António Teixeira, presidente do Bolamense, em uma montagem ao lado do mascote do clube e do troféu de campeão da segunda divisão estadual.

Bolamense, o time exótico do Candangão cujo propósito é “ser um pouco diferente”

Fundado por pastor da Guiné Bissau, clube surgiu com o intuito de evangelizar jovens jogadores