Basil Rathbone em 'O Filho de Frankenstein', de Rowland V. Lee

Frankenstein, 200 anos moderno

Em 1 de janeiro de 1818 foi publicada uma modesta edição do mítico romance em que uma precoce Mary W. Shelley moldou os dilemas e avanços de sua época