O subcomandante Marcos, em 2001.

Só o zapatismo resiste a Obrador

A esquerda mexicana chegará ao poder divorciada do movimento indígena mais conhecido do mundo

O subcomandante Galeano e membros do EZLN durante a abertura da Comissão Nacional Indígena.

Zapatismo estimula indígenas a participar das eleições

Dezenas de povos nativos do México elegem uma mulher, María de Jesús Patricio, para a eleição de 2018, em iniciativa apoiada pelo EZLN

Emiliano Zapata, com espada e rifle.

México utilizou armas químicas contra Zapata

Estudo revela a guerra de extermínio que o Governo mexicano, apoiado pelos EUA, disparou há um século contra o revolucionário, com armas químicas, deportações e tortura em larga escala

O subcomandante Marcos, em 2001.

Subcomandante Marcos fica livre de acusações depois de 20 anos

Justiça mexicana suspende ordens de prisão contra o líder do Exército Zapatista de Libertação Nacional

Marcos reaparece entre a névoa

O líder zapatista mexicano, rebatizado de Galeano, protagoniza a homenagem do EZLN ao filósofo Luis Villoro, morto em 2014

Moisés (em destaque) na homenagem a um zapatista assassinado.

O passo atrás de Marcos

O líder do exército Zapatista deixa de ser porta-voz e número 1 militar, enquanto o estado de Chiapas segue se afundando na pobreza estrutural

Marcos monta cavalo em homenagem a Galeano.

A metamorfose do Subcomandante Marcos

O porta-voz do Exército Zapatista, Guillén, anunciou que seu personagem não existe mais durante homenagem a companheiro

O filósofo Luis Villoro.

Morre aos 91 anos Luis Villoro, o filósofo do indigenismo

O pensador, nascido na Espanha e radicado no México se forjou no existencialismo e passa à história da América Latina como um defensor chave da integração democrática das etnias

Simpatizantes pedem um autógrafo ao subcomandante Marcos em 1999.

O ídolo encapuzado desapareceu

O ‘subcomandante’ Marcos mantém um silêncio midiático quase absoluto há seis anos e não participou do 20º aniversário do levante zapatista em Chiapas

Prédio na comunidade de Oventic, em Chiapas (México).

A revolução estéril

Em 1994 o Exército Zapatista de Libertação Nacional propôs uma revolução para melhorar a situação dos camponeses do sudeste mexicano. Vinte anos após a revolta, o estado de Chiapas segue tendo os piores números em educação, desenvolvimento e pobreza. A presença indígena na política ainda é anedótica