Os ex-ministros da Educação José Goldemberg (1991-1992), Fernando Haddad (2005-2012), Renato Janine (2015), Murilio Hingel (1992-1995), Cristovam Buarque (2003-2004) e Aloizio Mercadante (2015-2016).

Ex-ministros da Educação e da Justiça se unem contra planos de Bolsonaro

Antecessores de Moro alertam para o retrocesso que representa o decreto que libera o porte de armas. Os que precederam Weintraub expressam preocupação com futuro do Fundeb e autonomia universitária

Coluna
Mulher olha camiseta com a imagem do candidato Jair Bolsonaro em shopping popular no centro de São Paulo.

Por que Bolsonaro não inventou a pólvora no Brasil

Candidato parece mais o anti-Moisés da Bíblia, que em vez de receitas de libertação se oferece a devolver aos brasileiros suas velhas saudades dos tempos em que eram escravos sem sabê-lo

Ato pela democracia na USP em 2016

Ações de intimidação em universidades se espalham pelo Brasil polarizado

Ameaças, ataques e tentativas de censura atingem professores e alunos nos campus universitários, ao mesmo tempo em que o projeto Escola Sem Partido avança em São Paulo

O senador Cristóvam Buarque, em junho.

Cristovam Buarque: “Meus eleitores estão revoltados, mas tenho que votar com a minha consciência”

Após flertar com petistas, senador votará pelo impeachment, mas afirma que pode estar cometendo um suicídio político