Argentina

Ex-vice-presidente de Cristina Kirchner volta à prisão

Amado Boudou, condenado por corrupção, perde benefício da liberdade vigiada por risco de fuga

Argentina

Justiça argentina condena por corrupção o ex-vice de Cristina Kirchner

Amado Boudou foi punido com cinco anos e 10 meses de prisão por receber subornos no chamado “caso Ciccone”

Justiça confirma indiciamento de vice-presidente da Argentina

Decisão que acusava Boudou de participação em empresa de papel moeda é ratificada

Acusado de corrupção, o vice-presidente da Argentina é interrogado em tribunal

Amado Boudou apresentou, durante mais de oito horas, a sua versão sobre a suposta aquisição de uma empresa de impressão de dinheiro enquanto era ministro da Economia

O vice-presidente da Argentina terá de depor por tráfico de influências

Amado Boudou foi acusado de apropriar-se de uma empresa monopolista para poder ser contratado pelo Estado para imprimir papel-moeda