Fábrica da BMW en San Luis Potosí, no México.
O bairro Villa 31 em Buenos Aires, Argentina.

Pobreza extrema cresce pelo quinto ano consecutivo na América Latina

Brasil e Venezuela explicam boa parte do aumento, mas a Cepal acende “fortes sinais de alerta” em um contexto de baixo crescimento e protestos em massa em busca de justiça social

Economia
Rua comercial na Cidade do México, na última sexta-feira.

Desaceleração das potências regionais agrava estagnação da América Latina

Fraco desempenho de Brasil, México e Argentina reduz crescimento regional, que deve ser levemente superior a 0% neste ano

Vista do porto da Cidade do Panamá na segunda-feira.

Comércio latino-americano cai 10% em meio à desaceleração econômica global

Declínio projetado pela CEPAL situa o comércio intrarregional no nível mais baixo em uma década, com queda superior internamente do que com os demais países

O chileno Marco Henrique, de 40 anos, conserta o barraco onde vive há 15 anos, num morro de Viña del Mar

Impulsionada pelo Brasil, extrema pobreza na América Latina tem pior índice em dez anos

Segundo relatório da CEPAL, a desigualdade diminuiu e a renda se manteve estável na região mais díspar do mundo. Dados da Venezuela não foram incluídos por falta de credibilidade em números de Maduro

Alicia Bárcena | Secretária executiva da CEPAL
A secretária executiva da Cepal, Alicia Bárcena, durante a entrevista com EL PAÍS.

Alicia Bárcena: “As políticas no estilo Escola de Chicago não são a solução”

Economista mexicana faz um balanço da situação econômica na América Latina

Relatório da CEPAL
Plantações de soja em Carlos Tejedor, Buenos Aires, Argentina.

Preços de matérias-primas reduzem previsões de crescimento para América Latina

Cepal alerta em seu relatório econômico de fim de ano que preços das commodities devem mostrar queda de 7% em 2019

Manifestantes na embaixada de Honduras no México pelo assassinato de Berta Cáceres.

Países latino-americanos assinam acordo para proteger os ecologistas

60% dos homicídios de ambientalistas são registrados na região, onde reina a impunidade

Trabalhador limpa os vidros da Bolsa de Valores do México.

Economia da América Latina perde força num contexto de “incerteza e volatilidade” global

Cepal estima que a região crescerá 1,5% neste ano, sete décimos a menos que a projeção de abril. Problemas na Venezuela, Argentina e Brasil puxam para baixo a expansão na América do Sul

Economia
Uma confecção de roupas na Cidade do México.

América Latina perde investimento estrangeiro pelo terceiro ano consecutivo

Último relatório da Cepal adverte que o dinheiro que chega aos países da região caiu em média 3,6% em 2017, sobretudo pelo peso do Chile, Brasil e México

Economia
Mulheres consultam ofertas de emprego na rua em São Paulo, no dia 29 de junho

América Latina se recupera, mas sem criar empregos

Mercado de trabalho brasileiro é o que mais sofre com o crescimento lento, segundo a OIT

Editoriais

Infraestruturas necessárias

As instituições multilaterais deveriam cofinanciar projetos de investimento na América Latina

Economia Latino-americana
Um cargueiro em Valparaíso (Chile).

Exportações da América Latina caem pelo quarto ano consecutivo

Os envios ao exterior cairão 14% em 2015, de acordo com a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL)

Redes Sociais

Latinos viciados no Facebook

Há mais usuários de redes sociais na América Latina que em qualquer outro lugar do mundo, segundo um estudo da CEPAL

Crescimento econômico
Um grupo de jovens em Rio de Janeiro.

América Latina nunca teve tantos jovens, mas não aproveita impulso

Região precisa do impulso da juventude (108 milhões de pessoas entre 15 e 24 anos) para alcançar o crescimento econômico, mas violência, educação precária e pobreza limitam opções

Economia da América Latina
A indústria automobilística elevou seu investimento a níveis históricos no Brasil.

Brasil, México e Chile concentram o debilitado investimento na região

Em 2014, a América Latina sofreu uma queda 16% na captação de recursos estrangeiros; As empresas investiram 501 bilhões de reais

Subestação elétrica El Salto no Chile.

América Latina precisa de mais energia

Região necessita de investimento multimilionário para satisfazer sua demanda de eletricidade diante do aumento demográfico

Um homem diante de uma instalação da Petrobras no Rio do Janeiro.

ONU reduz perspectiva de crescimento da AL em 2015 para 1%

Queda do preço do petróleo e volatilidade financeira motivaram revisão da previsão de 2,2% da Comissão para a América Latina

Acceso à favela Morro dá Provicência, no Rio de Janeiro.

A luta contra a pobreza perde fôlego na América Latina

Cerca de 30% da população da região ainda vive em condições precárias. A era de ouro do crescimento econômico acabou

Desigualdade social
Mulher busca restos de alimentos na Cidade do México.

Pobreza para de cair na região e número de indigentes cresce no Brasil

Indicador na América Latina se mantém no mesmo nível desde 2012, apesar do crescimento econômico, segundo a Cepal

Coluna

A Cúpula da Renovação

A complexa realidade do século XXI coloca-nos novos desafios que temos de enfrentar com prontidão e visão de conjunto

ALICIA BÁRCENA I secretária-executiva da CEPAL
Alicia Bárcena, secretária executiva da CEPAL.

“Não devemos cometer na região o erro da Europa, de ajustar e ajustar”

A secretária-executiva da CEPAL, analisa a situação econômica da América Latina Brasil cresce pouco. Têm de ajustar sem sacrificar conquistas sociais

Mercado de La Merced, no Distrito Federal (México).

Trabalhar para ser pobre

Os trabalhadores com salários mais baixos perderam cerca de 70% do poder aquisitivo em 30 anos

A América Latina tem a sua perspectiva de crescimento reduzida para 2,2%

A CEPAL alerta para uma deterioração do consumo privado e do investimento nos países da região

América Latina: desaceleração no curto prazo, reformas no longo prazo?

Para o futuro persistem notáveis diferenças na região, tanto nas bases macroeconômicas, como no crescimento no curto prazo

Medo da liberdade

Um novo império, a mesma corrupção

A América se pergunta o que esperar da China

irene arias | diretora da CORPORAÇÃO FINANCEIRA INTERNACIONAL
Arias, que admite que a baixa produtividade é um dos desafios.

A classe média, o motor do crescimento latino-americano

A diretora da Corporação Financeira Internacional Irene Arias antecipa que até 2030 essa parcela da população passará dos 29% atuais para 42% na região