Frustrante acordo da Opep+ sinaliza tempos difíceis para o Brasil

Estratégia geopolítica une árabes, russos e chineses para tentar parar o crescente poder do continente americano no mundo do petróleo

LARRY W. SMITH / EFE

A tão aguardada reunião da Opep+, grupo que reúne os membros da Opep e outros onze países produtores liderados por Rússia, México e Oman, que aconteceu na quinta-feira (09) e teve seus termos ratificados no domingo (12), deve ter grandes impactos para os maiores produtores do continente americano, incluindo o Brasil. A expectativa de que ocorreria

Mais informações