Bolo do casamento de Lady Di e do príncipe Charles permanece intacto após 40 anos

Parte de cobertura, conservada em filme plástico durante todo este tempo, foi vendida num leilão na Inglaterra por mais de 13.000 reais

Imagem da parte do bolo servido no casamento do príncipe Charles com Lady Di e conservado durante 40 anos.
Imagem da parte do bolo servido no casamento do príncipe Charles com Lady Di e conservado durante 40 anos.DPA vía Europa Press (Europa Press)
Mais informações
Diana y Carlos de Gales el día de su boda, el 28 de julio de 1981, en Londres.
40 anos do casamento de Charles e Diana: do conto de fadas a um casamento desfeito em 21 fotosfotos
Guillermo y Enrique desvelan una estatua de su madre, la princesa Diana, en el que habría sido su 60º cumpleaños, en el palacio de Kensington, en Londres.
William e Harry se reencontram para inaugurar estátua de Diana
El príncipe enrique, en Windsor en octubre de 2019.
Príncipe Harry revela seus vícios em drogas e álcool depois da morte de Diana

Há pedaços de história que são guardados em filme plástico transparente. Moya Smith, funcionária da falecida Rainha-Mãe do Reino Unido, conservou durante 40 anos uma parte da cobertura do bolo nupcial do príncipe Charles e da princesa Diana de Gales. Uma porção com base de marzipã sobre a qual foi desenhado o brasão do Reino Unido com glacê dourado, prateado, azul e vermelho, e que nesta quarta-feira foi leiloado por um lance final de 1.850 libras (13.400 reais).

“Parece estar exatamente nas mesmas boas condições, mas desaconselhamos comê-lo”, disse dias atrás, com sarcasmo, o leiloeiro Chris Albury, da casa Dominic Winter Auctioneers, de Gloucestershire, responsável pela venda. O pedaço de bolo superou de longe o lance inicial de 300 libras, pois atraiu uma avalanche de ofertas de todo o mundo, principalmente do Reino Unido, Estados Unidos e Oriente Médio. “Ele pareceu receber muito mais atenção do que quando vendemos uma carta de agradecimento de Charles e Diana, 13 anos atrás”, afirmou Albury, especialista em souvenires da realeza.

Acabou sendo adquirida por Gerry Layton, da cidade britânica de Leeds, um autointitulado monarquista que fez o lance pela internet. “Achei que gostaria de adicioná-lo ao meu patrimônio, que se destinará à obra de caridade depois da minha morte”, afirmou Layton, segundo o jornal The Guardian. “Também pensei que poderia oferecê-lo como prêmio de uma rifa, com parte do dinheiro destinado ao Centrepoint, do qual a princesa Lady Di era patrocinadora”, acrescentou. Diana de Gales tornou-se em 1992 a embaixadora da organização que ajuda menores sem lar, um trabalho mantido por seu filho William como voluntário desde 2005.

El príncipe y la princesa de Gales en el balcón de Buckingham Palace el día de su enlace, el 29 de julio de 1981.
El príncipe y la princesa de Gales en el balcón de Buckingham Palace el día de su enlace, el 29 de julio de 1981. GEtty

O pedaço leiloado é apenas parte de um dos 20 bolos feitos para casamento real, celebrado em 29 de julho de 1981 —ou seja, pouco mais de quatro décadas atrás. O novo proprietário da porção afirma, segundo a BBC, que pretende viajar na próxima semana de Yorkshire a Gloucestershire para recolher sua nova aquisição, pois quer confirmar que se mantém em boas condições. O que é certeza é que o bolo nupcial durou mais que o próprio casamento que celebrou— 11 anos depois daquela cerimônia, em dezembro de 1992, o então primeiro-ministro britânico, John Major, anunciou a separação do príncipe Charles e da princesa Diana.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS