Selecciona Edición
Selecciona Edición
Tamaño letra
Brasil

A seleção

Por Carlos Eduardo Mansur, O Globo

Tite não tem nem 20 jogos no cargo, mas o renascimento de uma equipe sem rumo, traumatizada e sob a pressão da Copa do Mundo de 2014 foi tão surpreendente que o Brasil volta a estar entre os favoritos ao título. O treinador acrescentou muito em pouquíssimo tempo: implementou seu sistema tático favorito, o 4-1-4-1, e controlou meticulosamente a falta de ritmo de jogo de alguns jogadores que pouco atuam por seus clubes.

Tite – 56 años

Treinador:

Tite – 56 anos

Acomodou Neymar na esquerda, Casemiro no eixo e Gabriel Jesus no centro do ataque, além de obter o melhor de Marcelo como lateral que sobe ao ataque, mesmo com o desfalque de Daniel Alves no outro lado. Renato Augusto é outro jogador que está em seu melhor nível e Paulinho, um dos jogadores prediletos de Tite, foi muito bem-sucedido ao trocar a China pelo Barcelona.

Esse processo, no entanto, também traz riscos. Além dos 11 titulares habituais, a seleção não tem um banco de reservas tão bom. Além de Willian e Firmino, o treinador não parece ter esperança em outros jogadores. Um enorme progresso foi feito, mas talvez o Brasil necessite de mais opções no banco se quiser ir longe.

Todas as novidades da seleção da Brasil »

Jogos tabela geral
Grupo E 17/06 - 15:00
BrasilBrasil - SuíçaSuíça
Grupo E 22/06 - 9:00
BrasilBrasil - Costa RicaCosta Rica
Grupo E 27/06 - 15:00
SérviaSérvia - BrasilBrasil

A estrela

Neymar

Neymar
Trajetória da Copa do Mundo