Atores

Ellen Page se declara transgênero e pede para ser chamado de Elliot

“Adoro ser trans. E adoro ser ‘queer’. E quanto mais abraço plenamente quem sou, mais cresce meu coração e mais prospero”, escreve o artista, de 33 anos

A atriz Ellen Page em Los Angeles em 2019.
A atriz Ellen Page em Los Angeles em 2019.Jordan Strauss / GTRES

A atriz Ellen Page, conhecida pelo papel de Juno no filme homônimo de 2007 e por sua participação na série The Umbrella Academy, da Netflix, publicou um comunicado em que se declara transgênero e anuncia que a partir de agora adotará o nome Elliot. “Olá, amigos, quero compartilhar com vocês que sou trans, meus pronomes são ele/eles e meu nome é Elliot”, começa Page em sua mensagem, antes de comentar sobre a satisfação que sente ao poder tornar públicos seus sentimentos. “Adoro ser trans. E adoro ser queer. E quanto mais me abraço e abraço plenamente quem sou, mais sonho, mais cresce meu coração e mais prospero.”

O agora ator, de 33 anos e indicado ao Oscar em 2008 por sua interpretação em Juno, agradece todo o apoio recebido neste tempo pelas pessoas que sabiam da sua situação. “Sinto uma gratidão esmagadora pelas pessoas incríveis que me apoiaram ao longo desta viagem. Não posso começar a expressar como é extraordinária a sensação de finalmente me amar como sou a ponto de poder perseguir meu autêntico eu. Muitos na comunidade trans me inspiraram imensamente. Obrigado por sua coragem, sua generosidade e seu trabalho incessante para fazer deste mundo um lugar mais inclusivo e compassivo. Oferecerei todo o apoio que puder e continuarei lutando por uma sociedade mais amorosa e igualitária”, acrescenta Page no texto publicado nas redes sociais, onde trocou o nome do seu perfil de Ellen para Elliot Page.

Desde que Page anunciou ser homossexual, em fevereiro de 2014, tornou-se uma das mais combativas ativistas LGTBI+ de Hollywood. Tinha 26 anos quando se declarou lésbica, durante um congresso sobre direitos humanos. “Estou aqui hoje porque sou homossexual. E porque talvez possa causar um efeito positivo. Ajudar os outros para que sua vida seja mais fácil e esperançosa. Sinto que tenho uma obrigação pessoal e uma responsabilidade social em tudo isto”, afirmou em um emotivo discurso, no qual condenou os padrões estabelecidos na indústria cinematográfica. Uma convicção que levou também à tela: em Amor por Direito (2015), Page interpreta uma mulher que luta com sua parceira, interpretada por Julianne Moore, pela equiparação de direitos das uniões civis.

Casado há dois anos com a bailarina Emma Porter, Page diz que sair do armário deu um novo sentido à sua vida. “Algo se transformou em mim; e não só emocionalmente. Porque fisicamente eu também estava mal: sofria ataques de pânico, tinha problemas gástricos… No dia seguinte a tornar isso público, fui regravar umas cenas e as pessoas me diziam que eu parecia outra pessoa. E eu respondia: ‘Caramba, não é que é mesmo?’”, contou ele ao EL PAÍS no ano passado.

Emma Porter e Ellen Page, em sua chegada à estreia de 'Flatliners' em Los Angeles em 2018.
Emma Porter e Ellen Page, em sua chegada à estreia de 'Flatliners' em Los Angeles em 2018.Richard Shotwell / AP

Depois do anúncio de sua nova condição como pessoa trans, as mensagens de apoio não tardaram. “Te amo muito, Elliot”, declarou sua esposa. “Muito orgulhosos do nosso super-herói! Nós te amamos, Elliot! Mal posso esperar para ver você de volta na terceira temporada!”, escreveu a plataforma Netflix, que exibe The Umbrella Academy.


Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50