Reportagem do EL PAÍS sobre auxílio emergencial e desigualdade no Brasil ganha premiação internacional

Especial que mostrou o impacto de programa social durante a crise do coronavírus em São Paulo e no Ceará obteve o segundo lugar em concurso do Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ)

A agricultora Patrícia, o marido e os dois filhos que, com o auxílio emergencial, driblaram o fogão à lenha e tiveram WiFi em casa pela primeira vez.
A agricultora Patrícia, o marido e os dois filhos que, com o auxílio emergencial, driblaram o fogão à lenha e tiveram WiFi em casa pela primeira vez.Marília Camelo
Mais informações
Patrícia Nataline de Oliveira e o filho, Maycon.
O auxílio que revoluciona a vida no Ceará não salva da rua em São Paulo
Un joven migrante cuyo nombre prefiere ser reservada es detenido en el retén que ha instalado el Instituto Nacional de Migración y la Guardia Nacional en el acceso principal a la ciudad d Palenque, Chiapas, los grupos de migrantes que logran llegar desde Frontera Corozal que cruzan de las ciudades guatemaltecas de Bethel y La Técnica, para evitar ser detenidos por la Guardia Nacional cruzan por rancherías y suben a transportes públicos pero muchos son sorprendidos y detenidos, posteriormente trasladados a la estación migratoria donde posiblemente sean deportados a su país.
EL PAÍS ganha o Prêmio Gabo de melhor cobertura com uma série de reportagens sobre a fronteira sul do México
BELO HORIZONTE, MG, 05.08.2020 – Brasil se aproxima de 100 mil mortes por Covid-19. Na foto: A advogada Luciana Atheniense, que perdeu o pai, o advogado Aristóteles Atheniense, de 84 anos, vítima Covid-19, no início de julho. (Foto: Flavio Tavares/El País)
Cartas de amor na despedida. Um adeus a quem partiu pela covid-19

Reportagem do EL PAÍS sobre o impacto do pagamento do auxílio emergencial nas vidas dos mais pobres em São Paulo e no sertão do Ceará venceu um prêmio no concurso promovido pelo Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ, na sigla em inglês) sobre a cobertura da pandemia no mundo. Publicada em agosto de 2020, O auxílio que revoluciona a vida no Ceará não salva da rua em São Paulo, de Beatriz Jucá e Heloísa Mendonça, conquistou o segundo lugar na categoria Desigualdade, negócios e economia. O concurso analisou 672 trabalhos em cinco idiomas e premiou ainda as melhores produções jornalísticas em outras duas: ciência e saúde e transparência; e crime e corrupção.

A reportagem premiada, com fotografias de Toni Pires e Marília Camelo, mostrou que, num país atravessado por uma das maiores desigualdades do mundo, havia muitos Brasis sendo impactados pelo auxílio emergencial pago pelo Governo Bolsonaro em 2020. O programa de transferência de renda, um dos maiores do gênero no globo na crise sanitária, pagou entre 600 reais e 1.200 reais a 67 milhões de brasileiros mais vulneráveis até ser encerrado em dezembro ―há enorme debate político sobre a extensão do programa e de que forma, já que a pandemia segue o castigando o país, que ultrapassou a barreira dos 230.000 mortos.

Beatriz Jucá e Heloísa Mendonça mostraram que, ee o benefício revolucionou a vida da agricultora Patrícia Nataline de Oliveira no Ceará ―ela pôde pela primeira vez ter WiFi em casa e escapou de ter de voltar a cozinhar com fogão à lenha―, não foi suficiente para livrar o auxiliar de limpeza Jocelino da Silva Lima de viver nas ruas na cidade mais cara do país, São Paulo. Enquanto em São Paulo o benefício fez crescer, em média, 54% da renda dos beneficiários, no Ceará o ganho foi muito maior, de até 110%. “O que vemos é como o país é pobre e muito desigual”, analisou o pesquisador Lauro Gonzalez, na reportagem.

“A despeito da desinformação, do declínio do lucro das redação e até dos ataques aos jornalistas, repórteres pelo mundo estão produzindo informação acurada e que salva vidas sobre a covid-19. Nós parabenizamos os vencedores pela excelente cobertura”, disse Stella Roque, diretora de Engajamento da Comunidade do ICFJ na divulgação da premiação, nesta sexta-feira.

Os jurados do Centro Internacional para Jornalistas analisaram produções jornalísticas em português, espanhol, árabe, inglês e francês. Leia aqui a lista completa dos vencedores.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS