A pandemia do coronavírus

AO VIVO | Notícias sobre o coronavírus e a crise política no Brasil

Gilmar Mendes livra Queiroz, pivô do escândalo dos Bolsonaro, da cadeia. Para 47% das pessoas, o presidente não tem nenhuma culpa pelas 106.523 mortes no Brasil pelo coronavírus, diz pesquisa Datafolha. Coreia do Sul estuda medidas mais restritivas na região metropolitana de Seul após aumento de casos. China realizará testes massivos na cidade de Shenzhen após surto em mercado.

São Paulo / Brasília - 15 ago 2020 - 16:36 UTC
Mulher observa fotos do enterro de um pastor queniano famoso em Nairobi
Mulher observa fotos do enterro de um pastor queniano famoso em NairobiDaniel Irungu / EFE

Mais informações


Para 47% das pessoas o presidente Jair Bolsonaro não tem nenhuma culpa pelas 106.523 mortes no Brasil pelo coronavírus, diz pesquisa Datafolha divulgada neste sábado. Fabrício Queiroz, ex-policial e assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, não precisou voltar à prisão. Um dia depois de um ministro do Supremo Tribunal de Justiça revogar o benefício de prisão domiciliar para ele e sua mulher, Márcia Aguiar, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, voltou a conceder prisão domiciliar para casal. Ambos estão envolvidos em um escândalo que envolve lavagem de dinheiro no gabinete do filho mais velho do presidente, então deputado estadual no Rio. A pandemia do coronavírus continua avançando mesmo em países onde ela já se mostrava controlada. A Coreia do Sul anunciou que deve ampliar medidas de restrição na região metropolitana da capital Seul após o aumento de casos da covid-19. Já a China informou um surto com origem em um supermercado da cidade Shenzhen. O Brasil registrou 50.644 novos casos e mais 1.060 mortes pela covid-19 nesta sexta-feira (14). Com isso, soma um total de 3.275.520 infecções e 106.523 mortes pela covid-19.

Veja os destaques da cobertura desta sexta-feira:

  • Datafolha: para 47%, Bolsonaro não tem nenhuma culpa pelas mortes de covid-19 no Brasil
  • Coreia do Sul estuda medidas mais restritivas na região metropolitana de Seul após aumento de casos
  • China realizará testes massivos na cidade de Shenzhen após surto em mercado
  • Gilmar Mendes livra Queiroz, pivô do escândalo dos Bolsonaro, da cadeia.
  • Planos de saúde terão de cobrir exames para detecção do novo coronavírus a partir desta sexta-feira.
  • Brasil supera 106.000 mortes por covid-19 e soma 3.275.520 infecções.

Acompanhe a cobertura ao vivo, em tempo real:


Mais informações