O tamanho da área queimada na Amazônia e no Pantanal, comparada com sua cidade

A onda de incêndios já devastou mais de 20.000 hectares de vegetação, chegando inclusive à tríplice fronteira entre Brasil, Bolívia e Paraguai

Imagem de satélite da NASA mostra corredor de fumaça formado sobre Estados brasileiros.
Imagem de satélite da NASA mostra corredor de fumaça formado sobre Estados brasileiros.AP
São Paulo -
Mais informações
Macron acusa Bolsonaro de ter “mentido” sobre o clima e se opõe ao acordo da UE com o Mercosul
'O holocausto da Amazônia põe a civilização em alerta', por MARINA SILVA

O desmatamento das florestas brasileiras por incêndios despertaram comoção mundial nas últimas semanas. Enquanto fotos da Amazônia desmatada invadem as redes sociais, e a pressão sobre o presidente Jair Bolsonaro cresce, o fogo que consome a região amazônica e parte do Pantanal já chegou à tríplice fronteira de Brasil, Paraguai e Bolívia, varrendo 20.000 hectares de vegetação. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que monitora o desmatamento por meio de imagens de satélite, e mostram que o país registrou, entre janeiro e o último dia 19 de agosto, um aumento de 83% das queimadas em relação ao mesmo período de 2018, com mais de 72 mil focos de incêndios.

Para ter uma ideia da proporção das queimadas, criamos uma área equivalente à superfície queimada (20.000 hectares, 200 quilômetros quadrados) e a deslocamos por diferentes cidades do Brasil e do mundo. Em muitos casos, a "mancha" do fogo cobre os principais pontos desses locais. Para ver o que essa área representaria na sua cidade, basta criar um perímetro correspondente aqui e arrastar o círculo para o local desejado no mapa.

Manaus

São Paulo

Rio de Janeiro

Salvador

Contagem

Google Maps

Porto Alegre

Madri

Paris

Nova York

Tóquio

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS