Com gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino, Brasil vence a Argentina e volta à final da Copa América

Dupla de ataque brilhou na vitória por 2 a 0 no Mineirão com um gol e uma assistência para cada. A seleção argentina criou mais chances, mas não furou a defesa brasileira

Gabriel Jesus comemora o primeiro gol do Brasil.
Gabriel Jesus comemora o primeiro gol do Brasil.Eugenio Souza (AP)
São Paulo / Belo Horizonte -
Mais informações

O Brasil bateu a Argentina por 2 a 0 nesta terça-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte, e se classificou para a final da Copa América 2019. No primeiro tempo, Gabriel Jesus marcou com assistência de Roberto Firmino e, na etapa final, o camisa 9 devolveu o favor para o companheiro de ataque ampliar. Em um jogo tenso e com uma atmosfera digna do clássico sul-americano, os argentinos criaram mais chances e acertaram a trave duas vezes, mas não conseguiram furar a defesa brasileira, que também contou com uma excelente atuação de Daniel Alves. Agora, o Brasil espera o vencedor de Chile x Peru para saber o adversário da final da Copa América, que acontece no próximo domingo, às 16h (horário de Brasília).

Mais disputado do que jogado, o primeiro tempo teve uma marcação bem apertada, faltas duras e reclamações de ambos os lados. A seleção brasileira abriu o placar aos 18 minutos, quando Daniel Alves deu um chapéu em Acuña e driblou Paredes e abriu pela direita com Roberto Firmino, que cruzou rasteiro para Gabriel Jesus, livre na área, tirar do goleiro Armani. Após o 1 a 0, os argentinos assumiram o controle do jogo e chegaram a acertar o travessão de Alisson com Aguero cabeceando um cruzamento de Messi. A Argentina chegou ao intervalo com cinco finalizações, contra apenas duas do Brasil.

No intervalo da partida, o presidente Jair Bolsonaro entrou em campo, acenou para a torcida e chacoalhou uma bandeira do Brasil. Muitos torcedores à beira da arquibancada puxaram gritos de “mito” e aplausos, mas outra parte da torcida o vaiou na saída do gramado. Antes, logo em seguida à execução do hino argentino, Bolsonaro já havia sido vaiado quando apareceu no telão do estádio ao lado de Paulo Guedes, ministro da Economia.

O segundo tempo voltou com a seleção argentina pressionando os brasileiros em busca do empate. Tite logo trocou Everton Cebolinha por Willian e Marquinhos, lesionado, por Miranda. Buscando jogadas com Aguero e Lautaro Martinez, Messi acertou a trave de Alisson e viu o goleiro fazer uma bela defesa em cobrança de falta pela esquerda. Aos 25 minutos, Gabriel Jesus aproveitou bola espirrada para puxar o contra-ataque desde o campo de defesa. Ganhou a dividida com Pezzella, passou por Otamendi e, já na área, driblou Foyth antes de servir Firmino. O atacante, com tranquilidade, empurrou para o gol de Armani e decretou o 2 a 0. A vantagem minou as chances da Argentina, que viu o Brasil garantir a vaga na final sul-americana após 12 anos de ausência, enquanto os maiores adversários acumulam 26 anos de jejum. Messi e companhia esperam o perdedor de Chile x Peru para saber com quem decidem o terceiro lugar do torneio no próximo sábado, às 16h (horário de Brasília).

Veja como contamos Brasil x Argentina:

Diogo Magri
Encerramos por aqui a cobertura de Brasil 2 x 0 Argentina pelas semifinais da Copa América, no Mineirão, gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino. Obrigado pela companhia e até a próxima!
Diogo Magri
Diogo Magri
O Brasil já está na final. Agora, a seleção aguarda o resultado de Chile x Peru para saber o adversário. A partida acontece amanhã, às 21h30 (horário de Brasília), em Porto Alegre.
Diogo Magri
Diogo Magri
Festa no vestiário brasileiro!
Diogo Magri
Diogo Magri
Em Copa América, já são 18. Contando todas, são mais de 100 partidas de Daniel Alves pela seleção.
Diogo Magri
Diogo Magri
Durante a transmissão, o comentarista da Globo Casagrande disse que havia se encontrado com Gabriel Jesus no hotel da delegação e avisado que o atacante faria um gol. Gabriel desmentiu na zona mista: "Ele não usou essas palavras, eu até não gostei. Mas minha mãe me deu educação".
Diogo Magri
Diogo Magri
Daniel Alves concorda com Tite na zona mista: "É uma junção da minha força mental com a minha condição física. Estou aqui para corresponder as expectativas que são criadas em cima de mim como representante de um grupo nota 10".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Vou me tornar verdadeiramente técnico por treinar no Maracanã com a seleção pela primeira vez", comemora o treinador.
Diogo Magri
Diogo Magri
Tite diz que chega com muita tranquilidade e paz na primeira final pela seleção brasileira e com a pecha de favorito, independente do adversário.
Diogo Magri
Diogo Magri
"A força mental é uma parte, mas se ele não tivesse o cuidado físico que teve ele não chegava nesse estágio", diz Tite sobre Daniel Alves, o melhor jogador da partida de hoje.
Diogo Magri
Diogo Magri
O treinador Tite inicia a entrevista coletiva iniciando o jogo das duas seleções e exaltando Lionel Messi: "Ele é extraterrestre. Excepcional".
Diogo Magri
Diogo Magri
Um gol e uma assistência para cada!
Diogo Magri
Diogo Magri
Messi até jogou bem e criou chances mas, mais uma vez, fracassou em outra competição com sua seleção nacional. A Argentina não ganha nada desde 1993. Foto: AP
Diogo Magri
Diogo Magri
Alisson ainda não levou gols nesta edição da Copa América.
Diogo Magri
Diogo Magri
As estatísticas de Brasil 2 x 0 Argentina.
Diogo Magri
Diogo Magri
Com justiça, Daniel Alves foi eleito o melhor da partida.
Diogo Magri
Diogo Magri
A Argentina não jogou mal e criou até mais chances que os brasileiros, que se destacaram pela postura defensiva. Aguero e Messi acertaram a trave de Alisson. O goleiro ainda fez uma bela defesa em falta cobrada pelo camisa 10.
Diogo Magri
Diogo Magri
Um grande jogo no Mineirão, com a atmosfera de um Brasil x Argentina. A seleção brasileira abriu o placar em uma jogadaça de Daniel Alves, passe de Roberto Firmino e gol de Gabriel Jesus. No segundo tempo, Jesus puxou o contra-ataque e serviu Firmino, que fechou o placar.
Diogo Magri
Diogo Magri
FIM DE JOGO! O Brasil faz 2 a 0 na Argentina no Mineirão e está na final da Copa América!
Diogo Magri
Breiller Pires
Apesar da derrota, torcedores argentinos seguem alentando sua seleção, mas são abafados por gritos de "eliminado" dos brasileiros.
Breiller Pires
Diogo Magri
48 minutos. Aguero levou cartão amarelo por entrada duríssima em Daniel Alves.
Diogo Magri

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: