Brasil joga com raça, mas acaba eliminado pela França na prorrogação

Apesar da dedicação brasileira, francesas aproveitam desorganização tática do time de Vadão e definem classificação às quartas da Copa com gol de bola aérea

Gauvin marcou o primeiro gol da França sobre o Brasil.
Gauvin marcou o primeiro gol da França sobre o Brasil.Francisco Seco (AP)
Diogo Magri
Mais informações
A Copa do despertar feminista de Marta: “O futebol feminino depende de vocês para sobreviver”
As jogadoras da seleção se orgulham de suas histórias de amor
Brasil desencanta na Copa América e goleia o Peru

O Brasil perdeu para a França neste domingo, em Le Havre, na França, pelas oitavas de final da Copa do Mundo feminina de 2019 e está eliminado no primeiro mata-mata do torneio. A seleção, guiada por Marta e Cristiane, se superou dentro de campo e e conseguiu levar o confronto com as donas da casa e favoritas à conquista da competição para a prorrogação, mas caíram no segundo tempo do período extra com um gol marcado por Henry. Antes, Gauvin havia aberto o placar para a França e Thaísa empatado a partida, ambos os gols na segunda etapa.

Extenuadas do fim do segundo tempo ao término da prorrogação, as brasileiras adotaram uma postura defensiva e aguentaram a pressão das favoritas até onde foi possível. Um time desorganizado, com Marta longe do gol, perdeu Cristiane lesionada no tempo extra e acabou derrotado frente a uma equipe melhor e mais bem preparada. Em sua segunda Copa do Mundo, o treinador Vadão chega a sua segunda eliminação nas oitavas de final; em 2015, para a Austrália e, agora, para a França. O líder da comissão técnica, que também falhou na briga por uma medalha nas Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, é quem fica com a maior responsabilidade da derrota. Seu trabalho, que chegou na estreia da Copa do Mundo com nove derrotas consecutivas, teve a má fase amenizada graças a talentos individuais, mas sucumbiu contra todas as equipes organizadas que enfrentou pelo caminho.

Na saída de campo, uma emocionada Marta fez um desabafo acerca da necessidade de incentivo e estrutura para o futebol feminino no Brasil. "Não vai ter uma Formiga, Marta e Cristiane para sempre. O futebol feminino depende de vocês. Valorizem", disse a eleita seis vezes melhor jogadora do mundo. Formiga e Cris já admitiram que este foi o último Mundial da carreira de ambas, mas a camisa 10 ainda não se pronunciou a respeito. Vale lembrar que, em 2018, pela primeira vez os clubes brasileiros são obrigados pela CBF a ter um time feminino profissional.

Em um primeiro tempo movimentado, as donas da casa começaram melhores e chegaram a balançar as redes aos 22 minutos, com Gauvin ganhando dividida da goleira Bárbara. Depois de rever o lance no VAR, entretanto, a árbitra observou um toque da bola no braço da atacante e anulou o gol da França. Depois do lance, o Brasil melhorou; encaixou a marcação na defesa e conseguiu oferecer perigo, apostando nas individualidades das principais referências, como Cristiane. A camisa 11 teve a melhor chance do jogo aos 43 minutos, quando invadiu a área pela esquerda e obrigou a goleira Bouhaddi a fazer boa defesa com o pé esquerdo.

Na segunda etapa, Gauvin abriu o placar aos sete minutos, empurrando de carrinho um cruzamento rasteiro que veio dos pés de Diani, pela direita. Mas as brasileiras mostraram imediatamente que o jogo não estava definido; dois minutos depois, Cristiane cabeceou cruzamento de Marta e acertou o travessão, assustando as donas da casa. Aos 17 da etapa final, Debinha foi lançada pela esquerda e tentou cruzar para Cristiane, mas a zaga cortou. No rebote, Thaísa chegou batendo com a canhota, no canto de Bouhaddi. A auxiliar havia marcado impedimento de Debinha, mas o VAR corrigiu a marcação.

O 1 a 1 levou a partida das oitavas para a prorrogação, onde a vaga foi definida. No último minuto do primeiro tempo, Debinha recebeu de Geyse e, na cara de Bouhaddi, conseguiu tocar por baixo da goleira, mas viu a zagueira Bathy tirar o gol brasileiro em cima da linha. O castigo veio no minuto inicial do segundo tempo, com Majri batendo falta pela direita e Henry, livre na pequena área, só escorando para o gol e decretando o 2 a 1. Com o cansaço físico, as brasileiras sequer chegaram perto de empatar a partida.

Veja como contamos Brasil x França:

Diogo Magri
Encerramos por aqui a cobertura de França 2 x 1 Brasil, que marcou a eliminação da seleção brasileira nas oitavas de final da Copa do Mundo feminina de 2019. Obrigado pela companhia e até a próxima!
Diogo Magri
Diogo Magri
A França, dona da casa, segue como uma das favoritas ao primeiro título mundial. A seleção aguarda o confronto entre Estados Unidos x Espanha para saber qual será a adversária nas quartas de final.
Diogo Magri
Diogo Magri
O Mundial já acabou para o Brasil, mas ainda fez história no país. Das transmissões da televisão aberta, que bateram recordes de audiência, aos bares cheios para assistir os jogos, essa Copa do Mundo foi a Copa da visibilidade para o futebol feminino. http://cort.as/-JKtd
Diogo Magri
Diogo Magri
Outra jogadora que anunciou que não jogará outra Copa do Mundo é a atacante Cristiane. Uma das maiores artilheiras da seleção brasileira, ela precisou sair na prorrogação hoje com uma lesão no joelho. http://cort.as/-JOn4
Diogo Magri
Diogo Magri
O desabafo de Marta na saída do campo.
Diogo Magri
Diogo Magri
Essa foi a última Copa do Mundo de Formiga, 41 anos e recordista absoluta em participações na competição entre homens e mulheres, com sete na carreira. Ela já anunciou que não disputará outro Mundial. http://cort.as/-K7Bt
Diogo Magri
Diogo Magri
O Brasil chegou na Copa com 9 derrotas seguidas e um trabalho escancaradamente ruim da comissão técnica. No Mundial, as individualidades das principais jogadoras amenizaram a má fase. Mesmo assim, a seleção se classificou em 3º lugar e caiu para uma favorita já nas oitavas.
Diogo Magri
Diogo Magri
O cansaço na prorrogação, responsável pela eliminação brasileira, tem relação direta com a desorganização em campo. Formiga e Thaísa sobrecarregadas, Marta longe do gol, problemas nas bolas paradas... tudo isso vai na conta do criticado treinador Vadão. http://cort.as/-K7Bt
Diogo Magri
Diogo Magri
"O futebol feminino não vai ter uma Formiga, uma Marta, uma Cristiane para sempre. Por isso, o futebol feminino depende de vocês para sobreviver. Valorizem. Tem que chorar no começo para sorrir no fim". Um emocionante discurso de Marta na saída do campo.
Diogo Magri
Diogo Magri
No minuto inicial do segundo tempo, o castigo; em falta cobrada da direita, Henry apareceu livre na pequena área para escorar no canto de Bárbara, fazendo 2 a 1 -- resultado que persistiu até o fim.
Diogo Magri
Diogo Magri
Na prorrogação, o cansaço pesou. Logo no primeiro minuto, Cristiane sentiu e precisou ser substituída. No último lance do primeiro tempo, Debinha saiu na cara da goleira, mas viu a zagueira impedir seu gol em cima da linha.
Diogo Magri
Diogo Magri
Depois de um primeiro tempo sem gols, em que o VAR anulou um gol francês, Gauvin abriu o placar no começo do segundo tempo após boa jogada de Diani pela direita. O Brasil chegou ao empate com Thaísa, em lance que a auxiliar havia marcado impedimento de Debinha, mas o VAR validou.
Diogo Magri
Diogo Magri
Fim de jogo! O Brasil perde na prorrogação para a França e está fora da Copa do Mundo feminina.
Diogo Magri
Diogo Magri
12 minutos. Majri, sentindo lesão, sai para Karchaoui entrar.
Diogo Magri
Diogo Magri
11 minutos. Geyse faz boa jogada pela direita, mas tem cruzamento interceptado por Bouhaddi.
Diogo Magri
Diogo Magri
8 minutos. Bárbara! Goleira faz boa defesa e impede gol de Diani em contra-ataque.
Diogo Magri
Diogo Magri
7 minutos. Brasileiras, extenuadas em campo, buscam sobrevida após o segundo gol francês. Empate parece longe do time de Vadão.
Diogo Magri
Diogo Magri
3 minutos. Perisset vem para o lugar de Torrent.
Diogo Magri
Diogo Magri
1 minuto. Henry faz o segundo da França! O cruzamento veio de falta cobrada pela direita e a capitã venceu a marcação de Mônica para, sozinha na pequena área, empurrar com o pé esquerdo no canto de Bárbara. 2 a 1 para as donas da casa.
Diogo Magri
Diogo Magri
GOOOOL DA FRANÇA!
Diogo Magri

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS