Sete traços psicológicos do narcisismo que um narcisista nunca admitiria

Aprenda a detectar quando o egocentrismo e a manipulação são fruto de uma personalidade patológica

MAIS INFORMAÇÕES

Não fazer terapia nem ter passado pela consulta de um psicólogo não significa que você não tenha uma personalidade narcisista, totalmente patológica. Afinal, onde você encontraria um profissional do seu nível? “Em alguns casos, quando os narcisistas aceitam ir à terapia, a primeira premissa é que o profissional esteja à altura de suas expectativas, tem que ser de reconhecido prestígio e estar altamente capacitado para atendê-lo”, afirma o psicólogo José Elías Fernández. Ou o que é quase pior: talvez haja um narcisista por perto, tornando sua vida impossível, sem que você consiga imaginar qual é a causa de seus delírios.

Nesse caso, até que não aprenda a desenvolver a inteligência emocional, consiga controlar seus sentimentos e os dos demais, reconheça suas qualidades e capacidade em sua justa medida, aceite as críticas, desenvolva a autoestima e tenha objetivos realistas, mais vale ficar de olho. Os narcisistas podem ser muito tóxicos. Mas será mais difícil para eles se esconder se você conhecer todos os traços de uma personalidade narcisista que os psicólogos detalharam para que você não baixe a guarda.

Os narcisistas são arrogantes e prepotentes, mas não por acaso. Acreditam-se únicos, especiais e donos e senhores de uma existência maravilhosa que está muito longe da que os demais poderiam sequer imaginar. “Esse conceito grandioso de sua personalidade e de sua vida os leva a pensar que não podem se relacionar com qualquer um, que devem procurar pessoas de sua categoria”,explica Fernández, membro do Colégio de Psicólogos de Madri. “Por isso a maioria das pessoas significa pouco para eles”, acrescenta.

Curiosamente, têm consciência de seus defeitos, e alguns até sabem que exageram suas habilidades para muito além da realidade. “Por isso precisam ser admirados constantemente”, afirma Fernández. O ruim é que, em seu afã por sobressaírem-se, exageram suas conquistas a um limite tão estratosférico que se tornam pessoas insuportavelmente competitivas. “São os únicos que conseguem triunfos na vida (outros conseguem e não sabem), os demais não estão a sua altura, e se fixam no negativo das pessoas à sua volta” para se destacarem em comparação, afirma o psicólogo.

Também acreditam que suas experiências têm mais valor do que a dos demais, e sentem que devem ser o exemplo para aqueles que os rodeiam. Não fazem isso para dar conselhos, mas para ser o centro do discurso. Isso faz suas relações sociais se deteriorarem e então precisam de novos contatos que os admirem, ainda que, com o tempo, modulem o discurso para assumir que geram rejeição.

Têm a mesma capacidade de ouvir que as pedras

O mundo dos narcisistas é pequeno, limita-se ao que pensam e fazem, em sua cabeça só cabem ecos de seus próprios pensamentos. “Não ouvem os outros porque nada lhes importa. A avidez por admiração os leva a crer que tudo em sua vida é excepcional, não existem fatos normais, sua existência é maravilhosa, cheia de triunfos e notoriedade”, descreve Fernández.

No entanto, em suas relações pessoais e sociais impera a inveja, tanto que a sentem pelas conquistas alheias como pela que acreditam que os outros têm por suas conquistas. A cautela é a norma se um narcisista se aproxima de você, pois se precisam apoiar-se em seus colegas para sobressair, não duvidarão em fazê-lo.

A mentira é uma das muletas dos narcisistas, mas suas histórias são distantes, difíceis de confirmar

São os piores companheiros que se pode ter porque sua falta de receptividade os torna incapazes de ajudar os outros. “Em situações como viagens, quando se faz com alguém que não se conhece bem, é preciso tomar cuidado porque a personalidade aflora. As narcisistas podem aparecer a qualquer momento”, adverte o especialista.

Sucesso ilimitado, essa fantasia que os acompanha

Criar uma realidade paralela também é um dos traços indicativos dos narcisistas. “A maior parte do tempo não vivem na realidade. Seus conceitos errados sobre suas capacidades os colocam em um mundo de fantasias e de poder sobre os demais. A única coisa que fazem, com a esperança de alcançar o sucesso a todo custo, é enganar a eles mesmos e aos demais”, reflete Fernández.

As pessoas narcisistas só conseguem alcançar o objetivo com uma imaginação excessiva. “Costumam mentir. Um clássico é que te falem de coisas distantes que você nunca poderá comprovar, mas quanto mais enganam a si mesmos, mais acreditam naquilo. Com sua fantasia ilimitada exageram e rentabilizam o que é bom, que em boa parte pegaram de outros”, destaca o psicólogo. Todos mentimos, mas não mais de duas vezes por dia: o número determina quando poderia ser um problema. Sem dúvida, não lhes dê ouvidos se colocarem a culpa em você; na vida do narcisista o fracasso sempre pertence ao mundo exterior.

Escondem suas emoções, sobretudo sua vulnerabilidade

“Se alguém próximo a um narcisista está passando um mau momento, não dará a menor importância. Mas quando eles se sentem mal querem que os demais lhes deem seu apoio”,explica Fernández. Seu problema é que pretendem se colocar no centro de gravidade de suas relações, mas são despojados de empatia, e isso os impede de se colocar no lugar dos outros. Mas costumam ser vulneráveis.

O que acontece é que os narcisistas sentem a necessidade de esconder seus defeitos a todo custo, e conseguem transformar sua insegurança em uma falsa fortaleza cujo objetivo é que ninguém possa prejudicá-los. “Para conseguir não demonstrar sua vulnerabilidade, farão tudo que for necessário, como falar demais, mudar de assunto, menosprezar os demais, apontar seus defeitos... tudo com o propósito de não se mostrarem frágeis”, reforça. 

São viciados em controle... e não só nisso

Os narcisistas não conseguem manter as mãos longe do timão. “Querem que ninguém consiga revelar sua insegurança e sua falta de autoestima”, e por isso tentam de qualquer forma levar toda situação para seu terreno, destaca Fernández.

Costuma-se dizer que as redes sociais são um campo perfeito para o narcisismo, mas a afirmação não é totalmente correta. O caráter visual e estético dessas plataformas pode intensificar sua conduta, mas não é um lugar confortável para eles porque é um mundo que não podem controlar. “Sua personalidade não tolera críticas, e por fim saem da rede social porque não aguentam”, acrescenta o psicólogo clínico Jorge Barraca. Além disso, são incapazes de assumir a realidade crua, que os selfies publicados nas redes não interessam a ninguém.

Ao contrário do que se pensa, os narcisistas fogem das redes sociais porque não têm controle sobre elas

Uma via frequente para compensar os sentimentos de dor e frustração são os vícios, seja por compras, álcool, outras drogas, esporte, sexo ou jogo. “O vício, que interfere em sua vida pessoal, profissional e social, se relaciona com a necessidade de sentir euforia constantemente e aplacar o mal-estar, pois a pessoa narcisista não consegue aceitar que em sua vida haja dor, sente intolerância ao apagamento e à tristeza”, explica Barraca.

Se fizerem com você, será seu marionete

Se olhássemos os contatos da agenda de um narcisista, aponta o psicólogo clínico Barraca, veríamos que o critério para classificá-los distingue quem pode servi-los e quem não. “Os narcisistas costumam se aproveitar dos outros. Fazem isso, por exemplo, com pessoas bem posicionadas para ganhar sua confiança. Isso costuma acontecer muito na política. Lançam mão de assessores que os ajudam a ascender e se apropriam dos acertos de quem os rodeia para subir”, descreve o profissional.

Isso porque os narcisistas dominam a sutil arte de levar para seu campo tanto as pessoas como as situações, impedindo o livre fluir dos acontecimentos. Sempre estão vigiando, prestes a reconduzir quem tente dizer ou fazer algo que não gostam, ou que não lhes permita manifestar sua grandiosidade e poder frente aos demais. Amigos desse tipo só trazem problemas, todos os dias, pois sempre se colocam acima de você, constantemente querem rebaixá-lo e tentam fazê-lo servir a seus propósitos

Um narcisista nunca se identifica como tal

Se depois de ler todas essas características você acredita que o melhor a fazer é marcar uma consulta no psicólogo mais caro de sua agenda, pode ficar tranquilo. Um verdadeiro narcisista nunca se identificará com esses traços. “Para a pessoa narcisista, as aspirações nunca são desmedidas. Se são o centro das atenções, é porque merecem. Para essas pessoas é ridículo tentar identificar-se com esses pontos”, afirma Barranco.

Arquivado Em: