River Plate é campeão da Libertadores com direito a virada sobre o Boca Juniors

Clube millionario supera maior rival na prorrogação e conquista seu quarto título da América em Madri

River Plate ergue sua quarta taça da Libertadores em Madri.
River Plate ergue sua quarta taça da Libertadores em Madri.JuanJo Martín (EFE)
Mais informações
Madri, uma insólita sede para a primeira final de Libertadores fora da América
O dedo da CBF no vexame da Libertadores
River x Boca, da fraternidade à fobia

O River Plate venceu o Boca Juniors por 3 a 1 no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, e conquistou o título da Copa Libertadores 2018. A princípio, os ventos sopraram a favor dos rivais. Aos 43 minutos do primeiro tempo, Benedetto driblou Maidana, deslocou Armani e abriu o placar para o Boca. O artilheiro marcou impressionantes cinco gols nos últimos quatro jogos pelo torneio. Decisivo. Mas o River também tinha em seu centroavante a arma para desequilibrar. Depois de linda tabela pela direita, Lucas Pratto aproveitou a bola rolada por Montiel e empatou a partida aos 22 minutos do segundo tempo. Na prorrogação, o time xeneize sofreu com o desgaste físico e a expulsão de Barrios. Em vantagem numérica, os comandados de Marcelo Gallardo impuseram sua superioridade técnica. A virada veio com um magnífico chute de Quintero, da entrada da área, já no segundo tempo da prorrogação. Pity Martínez fechou a conta, empurrando a bola para o gol vazio.

Pela primeira vez em 58 anos de história, o campeão da Libertadores ergueu a taça fora da América do Sul, devido à decisão da Conmebol de levar a partida para a Espanha após o atentado ao ônibus do Boca. De tão inusitado, o clássico sul-americano em solo europeu gerou uma chuva de memes que rebatizaram o torneio para Copa Colonizadores da América, uma irônica alusão à colonização espanhola na Argentina. O River, que se dizia prejudicado por não poder jogar no Monumental de Núñez, alcança seu quarto título continental. No próximo dia 18, o conjunto millionario volta a campo pela semifinal do Mundial de Clubes. Caso vença o confronto, pode encarar nos Emirados Árabes o Real Madrid, clube que cedeu seu estádio para a maior e, ao mesmo tempo, menor final de Libertadores de todos os tempos.

Veja como contamos a final da Libertadores, minuto a minuto:

Breiller Pires
Encerramos por aqui a nossa cobertura da final entre River e Boca, a única da Libertadores decidida fora da América. Parabéns aos envolvidos, obrigado pela companhia e até a próxima!
Breiller Pires
Breiller Pires
O técnico Marcelo Gallardo aumentou sua coleção de títulos à frente do River (já são nove em quatro anos e meio, incluindo duas taças da Libertadores). Foto: Reuters.
Breiller Pires
Breiller Pires
River Plate, tetracampeão da Copa Libertadores da América.
Breiller Pires
Breiller Pires
Pratto saiu consagrado do Santiago Bernabéu. Depois de deixar sua marca na Bombonera, ele foi o responsável pelo empate neste domingo. Termina a Libertadores como o artilheiro do River Plate, com cinco gols. Foto: AP.
Breiller Pires
Breiller Pires
QUEM RI POR ÚLTIMO... Benedetto marcou o primeiro gol da final e fez uma careta para provocar Montiel. Mas o River mostrou que não tem medo de cara feia. Virou o jogo para a tristeza do goleador xeneize, substituído por Ábila no segundo tempo. Foto: Getty Images.
Breiller Pires
Breiller Pires
Termina a partida! O RIVER PLATE É CAMPEÃO DA COPA LIBERTADORES!
Breiller Pires
Breiller Pires
15 minutos. Pity Martínez recebe sozinho e toca para o gol sem goleiro para matar o jogo. River Plate 3 x 1 Boca Juniors.
Breiller Pires
Breiller Pires
GOOOOOOOL DO RIVER PLATE!
Breiller Pires
Breiller Pires
14 minutos. NA TRAAAAVE! Jara finaliza, a bola desvia pelo caminho e bate no poste. Por pouco não sai o empate do Boca.
Breiller Pires
Breiller Pires
14 minutos. Jara tenta acionar Pavón na esquerda, mas erra o passe.
Breiller Pires
Breiller Pires
13 minutos. Missão árdua. Boca tem dois minutos para buscar o empate com dois jogadores a menos.
Breiller Pires
Breiller Pires
12 minutos. Boca joga no sacrifício e não consegue mais articular jogadas. Agora, perde Gago, lesionado. Torcida do River já grita olé.
Breiller Pires
Breiller Pires
11 minutos. Gago acerta um bomba de longa distância. Armani defende firme.
Breiller Pires
Breiller Pires
10 minutos. Andrada tenta o toque de cabeça e a bola desvia na zaga. Mais um escanteio.
Breiller Pires
Breiller Pires
9 minutos. Escanteio para o Boca. Tévez na cobrança!
Breiller Pires
Breiller Pires
8 minutos. Boca Juniors vai para o tudo ou nada. Goleiro Andrada joga no meio-campo.
Breiller Pires
Breiller Pires
5 minutos. Substituição no Boca: sai Buffarini, entra Carlitos Tévez.
Breiller Pires
Breiller Pires
4 minutos. E QUE GOLAÇO! Quintero domina da intermediária, ajeita para a perna esquerda e acerta um chute magnífico. Virada no Santiago Bernabéu. River Plate 2 x 1 Boca Juniors.
Breiller Pires
Breiller Pires
GOOOOOOOOOOOOL DO RIVER PLATE!
Breiller Pires
Breiller Pires
2 minutos. Ábila sofre falta e fica caído no gramado.
Breiller Pires

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS