Brasil vence os Estados Unidos em amistoso sonolento

Com estreias e Neymar capitão, mas sem emoções, seleção produz pouco na primeira exibição pós-Copa

Neymar comemora o segundo gol do Brasil contra os Estados Unidos.
Neymar comemora o segundo gol do Brasil contra os Estados Unidos.Brad Penner (Reuters)
Mais informações
Neymar e o desabafo patrocinado de um atleta-produto
“Jogador mimado e mercenário”: a pecha que encobre o preconceito de classe no futebol

O Brasil derrotou Estados Unidos por 2 a 0 nesta sexta-feira, no MetLife Stadium, em Nova Jersey. Tite promoveu as estreias de Arthur , Richarlison, Paquetá (Flamengo) e Everton (Grêmio), além de apresentar Neymar como capitão permanente da seleção brasileira. Aos 10 minutos do primeiro tempo, Roberto Firmino abriu o placar para o Brasil após jogada em velocidade de Douglas Costa pela direita. Aos 41, Fabinho caiu na área e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Neymar.

Pela terceira vez seguida, o ciclo pós-Mundial se inicia com um amistoso em território norte-americano. Em 2010, o Brasil ganhou dos Estados Unidos por 2 a 0, em Nova Jersey. Em 2014, venceu a Colômbia em Miami por 1 a 0. A seleção ainda enfrenta El Salvador no próximo dia 11, em Maryland, também nos EUA.

Veja como contamos Estados Unidos x Brasil, minuto a minuto:

Breiller Pires
Termina o jogo! Estados Unidos 0 x 2 Brasil.
Breiller Pires
Breiller Pires
46 minutos. Everton rabisca o marcador pela direita e faz o cruzamento. A zaga americana afasta pelo alto.
Breiller Pires
Breiller Pires
42 minutos. Delgado cruza da esquerda, Robinson apara do outro lado e bate cruzado. Dedé corta.
Breiller Pires
Breiller Pires
41 minutos. Jogo ficou monótono no segundo tempo, com posse de bola do Brasil e quase nenhum poder de resistência dos Estados Unidos.
Breiller Pires
Breiller Pires
37 minutos. Paquetá deixa Richarlison na cara do gol. No entanto, o bandeirinha marca o impedimento.
Breiller Pires
Breiller Pires
35 minutos. Atuação razoável de Neymar, menos espalhafatoso, porém pouco efetivo nas jogadas ofensivas do Brasil.
Breiller Pires
Breiller Pires
34 minutos. Tite mexe novamente: saem Thiago Silva e Neymar, entram Dedé e Everton.
Breiller Pires
Breiller Pires
32 minutos. Após substituições, Brasil roda a bola, mas pouco incomoda o gol de Steffen.
Breiller Pires
Breiller Pires
29 minutos. Falta de Roberto Firmino. O atacante deixa o gramado para a entrada de Richarlison.
Breiller Pires
Breiller Pires
27 minutos. Neymar aciona Firmino, que acaba perdendo o domínio da bola na dividida com Adams.
Breiller Pires
Breiller Pires
26 minutos. Trapp chuta rasteiro, com precisão, e obriga boa defesa de Alisson.
Breiller Pires
Breiller Pires
25 minutos. Mais uma estreia no Brasil: Lucas Paquetá, do Flamengo, entra no lugar de Philippe Coutinho.
Breiller Pires
Breiller Pires
23 minutos. Coutinho puxa para a direita, arma a bomba e isola.
Breiller Pires
Breiller Pires
20 minutos. McKennie, jogador mais incisivo dos Estados Unidos, completa cruzamento na área, mas a bola vai para fora.
Breiller Pires
Breiller Pires
18 minutos. Coutinho avança pelo meio e é puxado por Acosta.
Breiller Pires
Breiller Pires
15 minutos. Apesar de estar em sua terceira convocação, o volante do Barcelona faz sua estreia na seleção principal.
Breiller Pires
Breiller Pires
14 minutos. Mudança dupla na seleção: entram Arthur e Willian, saem Fred e Douglas Costa.
Breiller Pires
Breiller Pires
12 minutos. Brasil segue mandando na partida, criando oportunidades de aumentar a conta na casa do adversário.
Breiller Pires
Breiller Pires
9 minutos. Neymar limpa para o meio e arrisca de longe, para fora.
Breiller Pires
Breiller Pires
6 minutos. QUASE! Douglas Costa encontra Neymar, que bate por baixo do goleiro Steffen. O zagueiro Miazga tirou praticamente em cima da linha.
Breiller Pires

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS