No sufoco, Brasil supera a Costa Rica à beira de um ataque de nervos

Com gols de Philippe Coutinho e Neymar, que descarregou suas tensões no fim do jogo, seleção sofre para vencer os costarriquenhos em São Petersburgo

Neymar e Philippe Coutinho anotaram os gols do Brasil em vitória dramática.
Neymar e Philippe Coutinho anotaram os gols do Brasil em vitória dramática.MAX ROSSI (Reuters)
Mais informações

O Brasil venceu a Costa Rica por 2 a 0 nesta sexta-feira, no estádio de São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo. Philippe Coutinho e Neymar marcaram os gols da seleção. Com Thiago Silva como capitão e Fágner no lugar de Danilo pela direita, a seleção voltou a demonstrar problemas no setor de criação em uma vitória sofrida, de nervos à flor da pele. Na etapa inicial, insistiu novamente em jogadas pela esquerda com Marcelo e Neymar, que não conseguia levar vantagem sobre os marcadores nas jogadas individuais. Somente aos 40 minutos, com o lateral-esquerdo batendo de fora da área, o Brasil conseguiu testar o goleiro Keylor Navas. Gabriel Jesus teve um gol anulado por impedimento. Porém, a melhor oportunidade do primeiro tempo foi da Costa Rica, com Celso Borges chutando para fora.

No intervalo, o técnico Tite mexeu na equipe. Colocou Douglas Costa no lugar de Willian, mais uma vez pouco efetivo pelo lado direito. A alteração logo surtiu efeito. O Brasil voltou para o segundo tempo com mais agressividade. Jesus acertou o travessão após uma cabeçada dentro da área. Em seguida, Gamboa afastou chute certeiro de Coutinho quase cima da linha. Apesar da evolução, sobretudo devido à velocidade de Douglas Costa e à movimentação de Firmino, que substituiu Paulinho – outra vez discreto no meio-campo –, o Brasil pecava na hora da conclusão. E os costarriquenhos se defendiam parando o jogo a todo momento. A partida parecia se encaminhar para um novo e frustrante empate da equipe brasileira, até Firmino ajeitar de cabeça, aos 45 minutos da etapa final, Jesus errar o domínio e Coutinho, eleito o melhor em campo pelo segundo jogo consecutivo, empurrar de bico para as redes, entre as pernas de Navas. Gol merecido pelo desempenho do Brasil no segundo tempo.

Neymar, aproveitando passe de Douglas Costa, fechou o marcador aos 51. O craque brasileiro se emocionou ao fim da partida e foi às lágrimas, de joelho no gramado. Ainda distante da melhor forma física, o camisa 10 não teve boa atuação, forçou demais ao valorizar faltas, como o pênalti anulado pelo VAR, e reclamou bastante da arbitragem. Por exagerar nas queixas, levou amarelo. Só ficou mais leve depois de anotar seu gol, a ponto de ousar, na sequência, com uma lambreta sobre Tejeda na linha de fundo. Ele chegou aos 56 gols com a camisa da seleção e agora é, de forma isolada, o terceiro maior artilheiro do Brasil em jogos oficiais, atrás somente de Ronaldo (62) e Pelé (77).

Com o resultado, a Costa Rica permanece em último lugar no Grupo E. Já havia perdido por 1 a 0 para a Sérvia na estreia, gol de Kolarov. O Brasil, por sua vez, soma quatro pontos e assume provisoriamente a liderança da chave. A Suíça, que empatou com a seleção na primeira rodada, enfrenta os sérvios também nesta sexta, às 15h (horário de Brasília).

Veja como contamos Brasil x Costa Rica, minuto a minuto:

Diogo Magri
Encerramos por aqui a cobertura da primeira vitória do Brasil na Copa do Mundo: 2 a 0 contra a Costa Rica, gols de Coutinho e Neymar. Obrigado pela companhia e até a próxima! Foto: Getty Images
Diogo Magri
Diogo Magri
O Brasil volta a jogar quarta-feira, às 15h, contra a Sérvia em Moscou, fechando a fase de grupos.
Diogo Magri
Diogo Magri
Agora, jogam Nigéria x Islândia, pelo Grupo D. Mais tarde, às 15h (horário de Brasília), Sérvia x Suíça se enfrentam pelo grupo do Brasil: http://cort.as/-7P3R
Diogo Magri
Diogo Magri
Ficou assim a classificação parcial do Grupo E.
Diogo Magri
Diogo Magri
Finalizada a entrevista coletiva de Tite após Brasil 2 x 0 Costa Rica.
Diogo Magri
Diogo Magri
Sobre possível vantagem do empate contra a Sérvia, Tite refuta a ideia de jogar para empatar. "A equipe vai construir, vai buscar vencer. Tem consciência do resultado que é bom, mas não vou mudar a característica da equipe". Foto: AP
Diogo Magri
Diogo Magri
"Aqui não se poupa ninguém", afirma Tite sobre possível substituição de Neymar na equipe. "Tenho a noção exata do que deve ser feito, mas nunca vou falar aqui o que eu falo com os atletas", responde a respeito das reclamações dos jogadores com o árbitro. Foto: Getty Images
Diogo Magri
Diogo Magri
"Isso é Copa do Mundo, parceiro. A margem de erro é muito pequena. São jogos muito importantes e difíceis", responde Tite quando perguntado sobre o sofrimento do Brasil para vencer os primeiros jogos.
Diogo Magri
Diogo Magri
"Está muito difícil fazer gol em virtude das linhas baixas das equipes na Copa do Mundo. Nós primamos muito mais pela construção do jogo", diz Sylvinho.
Diogo Magri
Diogo Magri
"Só tive contato com o Coutinho depois do jogo. Nem vi esse lance e não tenho condições de comentar. Mas ele tem alegria, responsabilidade e coragem de jogar na seleção", comenta Tite a respeito do choro de Neymar ao fim do jogo. Foto: AP
Diogo Magri
Diogo Magri
Sylvinho destaca a importância de Paulinho mesmo com número de passes pior do que os outros dois meio-campistas. "O meio-campo vem se ajustando mas ele é eficaz".
Diogo Magri
Diogo Magri
"A liderança técnica é de Coutinho e Neymar; a competitiva, Casemiro, Miranda e Fernandinho; criativa, de Marcelo; posicional, de Renato. Nesse sentido também funciona a rotatividade da faixa".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Sobre o lance do VAR: pode dar ou pode não dar. Passivo de interpretação. Tal qual foi olhado hoje, queria que tivesse sido olhado antes [contra a Suíça]. Aquele do Gabriel na estreia eu não daria, mas hoje achei pênalti". Foto: AP
Diogo Magri
Diogo Magri
Tite: "Ainda não está em pauta isso de ser primeiro lugar no grupo. Quero ter a consistência defensiva desses dois jogos e a precisão da finalização de hoje".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Toda individualidade aparece se o conjunto estiver forma. É desumano colocar a responsabilidade em um sujeito só. [Neymar] ficou três meses e meio fora e jogou a primeira partida inteira semana passada", comenta Tite. Foto: AFP
Diogo Magri
Diogo Magri
"No segundo tempo, dizia 'não é possível que estamos fazendo o que estamos fazendo e não está saindo gol'", afirma Tite. O treinador também comentou quando caiu durante a comemoração do primeiro gol: "quando vi, tava o Cássio em cima de mim".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Grande segundo tempo. Primeiro tempo, não. Início muito nervoso", avalia Tite. Foto: Getty Images
Diogo Magri
Diogo Magri
"Firmino tem virtudes, nós conversamos e o preparamos para algumas alternativas táticas. Ele disse que gosta de jogar nessa condição [ao lado de Gabriel Jesus]", diz Tite.
Diogo Magri
Diogo Magri
"A Costa Rica é uma equipe com bastante qualidade que defende muito bem", diz o meia. Sobre o emocional da equipe, Coutinho diz que "estivemos mentalmente forte do primeiro ao último minuto".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Esperávamos um jogo difícil. Tivemos a paciência correta até o final do jogo. Fico feliz mais uma vez sobre o prêmio de melhor do jogo, mas fico ainda mais feliz pela vitória", diz Coutinho.
Diogo Magri

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: