Após um mês preso, Lula lidera intenção de votos; sem ele Bolsonaro vence em quase todos os cenários

Além disso, 49,9% dos entrevistados não acreditam que o petista disputará as eleições deste ano

O deputado federal Jair Bolsonaro.
O deputado federal Jair Bolsonaro.Nacho Doce (REUTERS)

O ex-presidente Lula, preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril, continua liderando a corrida eleitoral deste ano segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira. No levantamento estimulado (no qual os pesquisadores mencionam o nome dos candidatos) o petista está à frente dos demais concorrentes no primeiro turno com 32,4 % das intenções de voto. Ele é seguido por Jair Bolsonaro (PSL) com 16,7%, Marina Silva (Rede) com 7,6%, Ciro Gomes (PDT) com 5,4% e Geraldo Alckmin (PSDB) com 4%. Os demais candidatos, dentre eles o presidente Michel Temer (PMDB), não alcançaram 1% da preferência dos eleitores.

Mais informações
Com cenário global adverso, próximo Governo brasileiro terá que tirar leite de pedra
Michel Temer, impopular, cercado pela polícia, mas no radar de presidenciáveis

Lula também lidera as simulações de segundo turno, vencendo Alckmin (44,9% a 19,6%), Bolsonaro (45,7% a 25,9%), Henrique Meirelles (47,1% a 13,3%), Marina Silva (44,4% a 21%) e Temer (49% a 8,3%).

Em todos os cenários de primeiro turno sem Lula, Bolsonaro assume a ponta, oscilando entre 20,7% e 18,3%, dependendo dos adversários. Também sem o petista, o deputado federal lidera em quase todas as simulações de segundo turno, à exceção de uma possível disputa com Marina Silva e Ciro Gomes, na qual haveria empate técnico (27,2% das intenções de voto para ambos no primeiro caso, e 28,2% a 24,2% no segundo).

A pesquisa também perguntou aos entrevistados o que acham da condenação do ex-presidente: para 51% deles a prisão de Lula é justa. Além disso 49,9% consideram que ele não disputará as eleições, contra 40,8% de pessoas que acreditam que o petista estará no páreo.

O levantamento CNT/MDA foi realizado de 9 a 12 de maio de 2018 (o petista foi preso em 7 de abril) e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas 25 unidades federativas de todas as regiões do País, e tem uma margem de erro de 2,2 pontos porcentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-09430/2018.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS