Juca Kfouri: “Precisamos estimular o contraditório, e não falar para bolhas, para nós mesmos”

Jornalista é o convidado do programa 'Voz Ativa', da Rede Minas em parceria com o EL PAÍS. Siga ao vivo nesta segunda, a partir das 22h15, na página do Facebook do programa e do jornal

Juca Kfouri é o convidado do Voz Ativa desta semana.
Juca Kfouri é o convidado do Voz Ativa desta semana.Gabrielly Eleutério / Divulgação

Mais informações

O jornalista Juca Kfouri é o convidado do programa Voz Ativa, que vai ao ar nesta segunda-feira, às 22h15, pela Rede Minas. Em parceria com o EL PAÍS, o programa também será transmitido pela página da Rede Minas no Facebook e retransmitido na página do jornal na rede social. A entrevista é conduzida pelo âncora Florestan Fernandes Júnior e o time de entrevistadores é composto pelo repórter do EL PAÍS Breiller Pires; o comentarista da ESPN Brasil e do site ultrajano.com, Cláudio Arreguy; José Augusto Toscano, da Rádio Inconfidência; Maíra Lemos; jornalista e youtuber, e o ex-goleiro e agora comentarista esportivo Raul Plasmann.

Durante a entrevista, Juca, que acaba de lançar o livro Confesso que perdi (Companhia das Letras), fala sobre sua trajetória no jornalismo esportivo, sobretudo do período em que esteve à frente da revista Placar, analisa o comportamento do principal craque brasileiro da atualidade, Neymar, e critica os dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) envolvidos no escândalo de corrupção da FIFA: “Apesar de todas as mazelas, o Brasil tinha o melhor futebol do mundo. Hoje, o futebol brasileiro é no máximo de segunda divisão no cenário internacional.”

O programa Voz Ativa estreou em janeiro deste ano com a presença do dramaturgo e diretor de teatro José Celso Martinez. É transmitido às segundas-feiras, às 22h15, pela Rede Minas, às terças-feiras, às 21h, pela rádio Inconfidência FM, e aos domingos, às 22h, pela rádio Inconfidência AM. Na semana passada, o convidado foi coreógrafo do Grupo Corpo, Rodrigo Pederneiras, que abordou, entre outros temas, a participação de empresas na criação de arte.

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete