Seleccione Edição
Login

“Gostaríamos de convidá-los à Namíbia, um país de merda”

Para tirar proveito do desprezo de Trump, uma empresa de turismo publica um orgulhoso vídeo promocional que já foi visto por mais de 1 milhão de pessoas

“Bom dia, América de Trump! Se alguma vez desejar abandonar seu lindo e perfeito país e vir a um autêntico país de merda na África, gostaríamos de convidá-lo à merda da Namíbia”, começa o vídeo com o qual uma agência local de safáris aproveita o desprezo do presidente dos EUA pelos países africanos para exibir com orgulho as atrações turísticas namíbias.

O vídeo, que acumulou 850.000 reproduções em uma semana no Facebook e outras 291.000 no YouTube, afirma que a Namíbia é um dos melhores “países de merda” que existem e destaca que, embora a vida seja dura, “a merda da Namíbia tem mais de 300 dias de sol no ano”. A gravação mostra belas imagens de animais e paisagens do país, como o Parque Nacional Etosha e as dunas do deserto de Namib, onde “há tanta merda que não chove há milhões de anos”, diz. É narrado em tom burlesco por um imitador de Trump e usa uma série de ícones, entre eles o do cocô sorridente.

Em um momento em que a voz em off fala da vida selvagem e dos espaços naturais do país, o vídeo assinala que seus elefantes estão “altamente qualificados” para “despejar grandes quantidades de merda por todo lado”.

Mais de 10.600 pessoas compartilharam a publicação e deixaram 633 comentários no Facebook, aos quais se somam outros 280 no YouTube. O vídeo termina lembrando que o país é conhecido por Trump como “Nambia”.

Segundo vários veículos de comunicação americanos, Trump perguntou, em uma reunião sobre a reforma migratória com senadores no dia 11, por que os Estados Unidos deviam acolher tantas pessoas de “países de merda”. Embora a Casa Branca tenha desmentido que o presidente tenha dito essas palavras e o próprio Trump tenha escrito em sua conta no Twitter que havia usado termos duros, mas não esses, a expressão trouxe à tona o orgulho africano.

A empresa de safáris Gondwana Collection Namibia explicou a seus seguidores que o vídeo é sua reação aos comentários de Trump. “Por favor, compartilhe e mostre ao mundo o tipo de merda que é a Namíbia”, pediu.

MAIS INFORMAÇÕES