Retratos da tristeza da Coreia do Norte pelas lentes de uma Polaroid

Nesta imagem de outubro de 2014, realizada com uma câmara instantânea, Ri Ok-ran, 28 anos, e seu noivo, Kang Sung-jin, 32, posam para um retrato em Moranbong (Pyongyang), onde fizeram as fotos de seu casamento. Quando se pergunta aos norte-coreanos o que é importante para eles, costumam falar de trabalhar duro, praticar esporte ou ter muitos filhos. Kim Jong-un sempre aparece na conversa: “O mais importante, para nós, é ter muitos filhos, para que possam servir o exército e defender o nosso líder e o nosso país no futuro”.
Nesta imagem de outubro de 2014, realizada com uma câmara instantânea, Ri Ok-ran, 28 anos, e seu noivo, Kang Sung-jin, 32, posam para um retrato em Moranbong (Pyongyang), onde fizeram as fotos de seu casamento. Quando se pergunta aos norte-coreanos o que é importante para eles, costumam falar de trabalhar duro, praticar esporte ou ter muitos filhos. Kim Jong-un sempre aparece na conversa: “O mais importante, para nós, é ter muitos filhos, para que possam servir o exército e defender o nosso líder e o nosso país no futuro”.Wong Maye-E / AP