Marcha das mulheres contra Trump

“Toma cuidado Trump, minha geração vota na próxima eleição”

Estes são alguns dos cartazes exibidos em manifestações contra Trump em todo o planeta

Dezenas de milhares de pessoas se manifestaram este 21 de janeiro em Washington – e em cidades de todo o mundo – na Marcha da Mulher, em apoio aos direitos das mulheres, imigrantes e minorias que poderiam ser violados com chegada à presidência de Donald Trump.

Para a marcha, o criador do icônico cartaz de Hope de Obama criou novos cartazes que muitas manifestantes carregaram, mas não foram as únicas: os fotógrafos de vários jornais e agências de notícias imortalizaram as mensagens que pessoas do mundo todo dedicaram a Trump e ao machismo. Aqui estão algumas delas:

“O ódio não fará a América grande” (referindo-se ao slogan de Trump “Fazer a América grande outra vez”). Tirada em Paris.
“O ódio não fará a América grande” (referindo-se ao slogan de Trump “Fazer a América grande outra vez”). Tirada em Paris.Aurelien Meunier / Getty
"Nossos corpos, nossas mentes, nosso poder". Tomada em Berlim
"Nossos corpos, nossas mentes, nosso poder". Tomada em BerlimSteffi Loos
"Este gatito de classe operária contraataca". É um jogo de palavras: "pussy" significa tanto "gatito" como "coño". Tomada em Lisboa
"Este gatito de classe operária contraataca". É um jogo de palavras: "pussy" significa tanto "gatito" como "coño". Tomada em LisboaTIAGO PETINGA / EFE
No patín esquerdo: "As garotas só querem direitos fundamentais". É um jogo de palavras com a canção "Girls wanna have fun" de Cindy Lauper. No patín direito "Rendo-me pelo que amamos". No terceiro cartaz: "Amamos o que Trump Odeia. Mulheres ao Poder". Tomada em Cidade do Cabo, África do Sul
No patín esquerdo: "As garotas só querem direitos fundamentais". É um jogo de palavras com a canção "Girls wanna have fun" de Cindy Lauper. No patín direito "Rendo-me pelo que amamos". No terceiro cartaz: "Amamos o que Trump Odeia. Mulheres ao Poder". Tomada em Cidade do Cabo, África do SulEFE / NIC BOTHMA
No cartaz da esquerda: "Direitos das mulheres. Todo o dia, a cada dia, em todos sítios!". Na da direita: As mulheres não serão trumpeadas!
No cartaz da esquerda: "Direitos das mulheres. Todo o dia, a cada dia, em todos sítios!". Na da direita: As mulheres não serão trumpeadas!NIC BOTHMA / EFE
“Tome cuidado Trump, minha geração vota na próxima eleição.” Tirada na marcha de Washington.
“Tome cuidado Trump, minha geração vota na próxima eleição.” Tirada na marcha de Washington.SHANNON STAPLETON / REUTERS
“1968 está ligando, não atenda”. Tirada em Washington.
“1968 está ligando, não atenda”. Tirada em Washington.AFP / Jessica Kourkounis
“Lute como uma menina”. Tirada na manifestação de Washington.
“Lute como uma menina”. Tirada na manifestação de Washington.LUCY NICHOLSON / REUTERS
No cartaz branco: “Vamos lutar para proteger os direitos reprodutivos que nossas mães ganharam # Eu apoio a paternidade e maternidade programada”. No amarelo: “Vamos construir o muro... ao redor de Trump”.
No cartaz branco: “Vamos lutar para proteger os direitos reprodutivos que nossas mães ganharam # Eu apoio a paternidade e maternidade programada”. No amarelo: “Vamos construir o muro... ao redor de Trump”.Jose Luis Magana / AP
“Pense antes de tuitar”. Tirada em Washington.
“Pense antes de tuitar”. Tirada em Washington.ANDREW CABALLERO-REYNOLDS / AFP
“Este é o aspecto que tem uma feminista”. Tirada em Nova York.
“Este é o aspecto que tem uma feminista”. Tirada em Nova York.Mary Altaffer / AP
“Sou uma mulher, ouça meu rugido”. Tirada em Londres.
“Sou uma mulher, ouça meu rugido”. Tirada em Londres.NEIL HALL / Reuters
Esquerda: “Mantenha suas leis fora do meu corpo.” Direita: “Cale a boca, Trump, e me faça um sanduíche”.
Esquerda: “Mantenha suas leis fora do meu corpo.” Direita: “Cale a boca, Trump, e me faça um sanduíche”.FACUNDO ARRIZABALAGA / EFE
“Os direitos das mulheres são direitos humanos”. Tirada em Paris.
“Os direitos das mulheres são direitos humanos”. Tirada em Paris.Aurelien Meunier / Getty

 

Uma foto publicada por Jeannie (@jlrbsd) o

"As garotas só querem direitos fundamentais". É um jogo de palavras com a canção "Girls wanna have fun" de Cindy Lauper. Tomada em Washington.

"Respeita minha existência ou espera minha resistência". Tomada em Washington.

Uma foto publicada por Shauna Pollock (@shauna_pollock) o

"Não sou tua mulher, irmã ou mãe. Sou uma mulher, um ser humano, e é deveria ser suficiente". Tomada em Washington.

Esquerda: "As garotas só querem direitos fundamentais". É um jogo de palavras com a canção "Girls wanna have fun" de Cindy Lauper. Centro: "Os direitos das mulheres são direitos humanos". Direita: "Não posso achar que tenha que seguir protestando por esta merda". Tomada em Washington.

Os doutores advertem: os idiotas são maus para a saúde das mulheres". Tomada em Denver.

Uma foto publicada por Denelle Kennedy (@denzel069) o

"Somos a resistência". Tomada em Londres.

View this post on Instagram

Speak truth to power little sister. #womensmarch

A post shared by Jeannie (@jl_dixie) on

"As garotas só querem direitos fundamentais". É um jogo de palavras com a canção "Girls wanna have fun" de Cindy Lauper. Tomada em Washington.

"Respeita minha existência ou espera minha resistência". Tomada em Washington.

View this post on Instagram

#womensmarch

A post shared by Shauna Pollock (@shauna_pollock) on

"Não sou tua mulher, irmã ou mãe. Sou uma mulher, um ser humano, e é deveria ser suficiente". Tomada em Washington.

Esquerda: "As garotas só querem direitos fundamentais". É um jogo de palavras com a canção "Girls wanna have fun" de Cindy Lauper. Centro: "Os direitos das mulheres são direitos humanos". Direita: "Não posso achar que tenha que seguir protestando por esta merda". Tomada em Washington.

View this post on Instagram

#womensmarch #istandwithplannedparenthood #denver

A post shared by Meg Grace Larcom (@meggracelarcom) on

Os doutores advertem: os idiotas são maus para a saúde das mulheres". Tomada em Denver.

"Somos a resistência". Tomada em Londres.

Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50