Seleccione Edição
Login

Agência Espacial Europeia obtém a primeira imagem completa da Via Láctea

Registrada pela missão ‘Gaia’, a imagem abrange mais de 1 bilhão de estrelas

A imagem registrada pela ‘Gaia’.

A imagem acima é a primeira daquele que deverá permanecer por muito tempo como o maior mapa jamais elaborado pela humanidade. Ela foi registrada pela missão espacial Gaia e retrata a Via Láctea, a galáxia onde habitamos, em sua totalidade. A imagem abrange mais de 1 bilhão de estrelas. A maioria está agrupada perto do eixo galáctico horizontal, no centro da imagem. As manchas negras que se espalham na imagem são nuvens de gás e poeira que se interpõem entre a câmera da Gaia e outras inúmeras estrelas que existem do outro lado.

Na parte inferior, à direita, destacam-se as duas nuvens de Magalhães, duas galáxias satélites da nossa e que só são visíveis no céu noturno do hemisfério sul. Para chegar até elas, a Grande Nuvem de Magalhães teria de viajar durante mais de 150 mil anos à velocidade da luz.

As faixas observadas em algumas áreas são partes ainda não cartografadas pelo Gaia. Lançado em 2013, esse telescópio contém o equipamento fotográfico de maior resolução jamais enviado ao espaço. De sua posição no ponto de Lagrange 2, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra, o observatório irá constituindo uma cartografia completa da galáxia em três dimensões e que será 100 vezes maior do que todas as já obtidas até hoje.

Essa primeira imagem é resultado dos primeiros 14 meses de observação. O Gaia observa 50 milhões de estrelas por dia, em um processo que se repetirá ao longo de cinco anos. A cartografia total a ser elaborada por esse telescópio, cuja missão deve se encerrar em 2021, envolverá apenas 1% da galáxia.

MAIS INFORMAÇÕES