Seleccione Edição
Login

Terremoto de 6,8 graus atinge Mianmar e é sentido na Tailândia e Bangladesh

Pelo menos quatro pessoas morreram e 60 templos desmoronaram, segundo a imprensa local

Terremoto Myanmar
O templo de Dhammayangyi cercado de poeira, após um tremor de 6,8 graus atingir Myanmar. AFP

Um terremoto de magnitude 6,8 foi registrado em Mianmar (antiga Birmânia) e sacudiu os edifícios de todo o país. Pelo menos quatro pessoas morreram e 60 templos da cidade antiga de Bagan desmoronaram devido ao tremor, segundo o jornal local Myanmar Times. O epicentro foi a 143 quilômetros da cidade de Meiktila, a 84 quilômetros de profundidade, de acordo com o serviço geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

Atividade sísmica no mundo nas últimas horas

O terremoto foi sentido especialmente nos edifícios da antiga capital, Rangum (Yangon), mas também foi notado em Bancoc (capital da Tailândia) e em Bangladesh, bem como na cidade indiana de Calcutá. O sismo asiático chega horas depois do registrado na Itália, que provocou pelo menos 73 mortos e dezenas de feridos e desaparecidos, além de importantes danos materiais.

Soe Win, primeiro-ministro local da região de Magway, disse à AFP que os tremores duraram vários minutos. “Um templo desmoronou em Salay, assim como outro edifício”, afirmou. O USGS advertiu que, embora o impacto do terremoto tenha sido relativamente pequeno por sua profundidade, as edificações da zona “são altamente vulneráveis” aos tremores.

Soe Win, deputado da região de Chauk (homônimo do premiê citado acima), perto da origem do sismo, afirma que este foi o pior terremoto dos últimos anos. “Mais de oito templos desmoronaram e muitos outros estão rachados. As pessoas continuam com medo”, disse ele à agência France Presse. O foco do sismo afetou sobretudo a infraestrutura de Rangum, de acordo com relatos de testemunhas, segundo a Reuters.

MAIS INFORMAÇÕES