Olimpíada Rio 2016

Com problemas de saúde, Pelé não irá à cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio

Ex-jogador estava cotado para acender a pira olímpica no Maracanã

Pelé segura a tocha olímpica.
Pelé segura a tocha olímpica.A. MELLO (AFP)

Pelé não participará da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio do Janeiro porque não se encontra “em condições físicas” para isso. O Rei era um dos candidatos a acender a pira olímpica, um ritual tradicional que marca o início das competições olímpicas a cada quatro anos.

MAIS INFORMAÇÕES

“Neste momento eu não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada. E, como brasileiro, peço a Deus que abençoe a todos que participarem desse evento e que seja um grande sucesso e termine em paz!”, afirmou o ex-jogador em nota.

Pelé, de 75 anos, considerado por muitos o melhor jogador de futebol de todos os tempos, disputou quatro Copas do Mundo e é o único atleta a ter conquistado em três ocasiões o principal torneio do seu esporte: em 1958, na Suécia, quando tinha apenas 17 anos, em 1962, no Chile, e em 1970 no México. Nos últimos anos, sofreu vários problemas de saúde.

“Só Deus é mais importante do que minha saúde! Em minha vida tive fraturas, cirurgias, dores, internações em hospitais, vitórias e derrotas, e sempre respeitando aqueles que me admiram. A responsabilidade das decisões é minha, onde sempre procurei não decepcionar a minha família e o povo brasileiro”, diz a nota.

A cerimônia de inauguração acontece na noite desta sexta-feira, no estádio do Maracanã.

Arquivado Em: