Temer fala com rádio argentina pensando estar falando com Mauricio Macri

Presidente interino pensava estar falando com o colega argentino e promete visita a Buenos Aires

Michel Temer, ao tomar posse como presidente interino, nesta quinta.
Michel Temer, ao tomar posse como presidente interino, nesta quinta. Eraldo Peres (AP)

A preocupação da Argentina pelo impeachment contra a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, fez com que seu sucessor, Michel Temer, passasse um momento incômodo. Poucos minutos antes de assumir o cargo de forma interina e que a presidente falasse a seus seguidores reunidos na frente do Palácio do Planalto, Temer manteve um diálogo cordial com uma rádio de Buenos Aires, convencido de que seu interlocutor era o presidente Mauricio Macri.

“Estamos muito entusiasmados” disse Temer disse ao repórter Jorge García, apresentador do programa “La Mañana del Mundo”, que é emitida pela Rádio El Mundo. O até então vice-presidente agradeceu pelo menos duas vezes ao “senhor presidente” sem saber que, na verdade, estava falando com Jorge García, apresentador do programa. O jornalista, que nunca esclareceu que era uma entrevista, perguntou pelo horário de seu discurso e quando anunciaria seu gabinete.

“Eu quero visitá-lo na Argentina”, disse Temer no início da conversa. “Acho que está um pouco errado”, García chegou a dizer. “Estou preocupado com a situação, mas tranquilo. Vamos enfrentar com muito entusiasmo”, disse Temer antes do final da ligação, que durou 2 minutos. EL PAÍS tentou sem sucesso falar com o apresentador do programa e sua produção.

Mais informações

A transcrição integral da conversa por telefone:

Pergunta. Michel Temer, obrigado por falar conosco, como está o senhor?

Resposta. Alô, como está, presidente? Muito bem!

P. Quero felicitá-lo. Como está o senhor?

R. Obrigado, Presidente. Quero visitá-lo logo na Argentina.

P. Bem, como foi esse dia?

R. Sim, eu quero visitá-lo. Se me convidar, vai ser um prazer.

P. Ah, acho que está um pouco errado... Bem, Michel Temer, queria fazer uma consulta: A que horas você vai falar?

R. Eu vou falar às 4 da tarde.

P. Primeiro, vai falar a Dilma...

R. Sim, a Dilma fala agora às 11 horas. Depois eu vou falar às 4 da tarde.

P. Vai falar com o país e apresentar seu gabinete?

R. Sim, estou com todo o gabinete já escolhido, e vou anunciá-lo nessa hora, mais ou menos.

P. Você está tranquilo, está confiante?

R. Sim, muito tranquilo. Preocupado com a situação, mas devemos enfrentá-la com muito entusiasmo.

P. Mandamos um abraço e muito obrigado.

R. Muito obrigado.

Regras

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: