Seleccione Edição
Login

Urso Scarface, animal mais famoso de Yellowstone, é abatido a tiros

Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA investiga o caso, mas ainda não identificou o caçador

Scarface, em outubro de 2015.

O animal mais famoso do Parque Nacional Yellowstone, situado nos Estados de Wyoming, Montana e Idaho (Estados Unidos), morreu nas mãos de caçadores até agora não identificados. Trata-se de um urso-cinzento de nome Scarface, alusão à cicatriz em seu rosto. Tinha 25 anos, o que fazia dele um ancião. Por ser uma espécie em perigo de extinção, o urso-cinzento é protegido, e matar um animal desses é ilegal, a menos que seja em defesa própria. As sanções vão desde multas até a prisão, caso o autor chegue a ser identificado.

Todos os anos, centenas de aficionados esperavam sua aparição com a chegada da primavera, no parque do famosíssimo Zé Colmeia dos desenhos animados. Este ano o urso Scarface não foi visto, e houve quem achasse que sua hora havia chegado de forma natural. O magnífico espécime, que chegou a pesar mais de 270 quilos, havia perdido quase a metade do seu peso no ano passado. Menos de 5% dos ursos machos nascidos em Yellowstone chegam a viver mais de 25 anos.

Entretanto, soube-se agora que o animal, classificado como o urso 211, não morreu de velhice, e sim a tiros. A conclusão foi da Agência de Pesca, Vida Selvagem e Parques de Montana, que informou em nota que Scarface foi abatido com uma arma de fogo no outono boreal do ano passado. Morreu no final de novembro, ao norte de Gardiner.

O Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA (FWS, na sigla em inglês), órgão federal que zela pelos animais silvestres e habitats naturais, investiga o caso. Até agora, não se conhece a identidade do caçador.

Menos de 5% dos ursos machos nascidos em Yellowstone chegam a viver mais de 25 anos

O urso-cinzento é uma subespécie do urso-pardo que pode chegar a pesar 270 quilos e é bastante habitual na geografia dos Estados Unidos e Canadá. Em 1975 havia apenas 136 espécimes em liberdade, mas hoje superam os 700, graças à proteção federal e estadual. Segundo a BBC Mundo, 61 ursos desse tipo morreram no ano passado no Grande Ecossistema do Yellowstone, mas apenas três dessas mortes foram atribuídas a causas naturais.

Pelo menos 37 ursos-cinzentos foram mortos por humanos, seja na tentativa de afastá-los de suas casas, em acidentes rodoviários ou em defesa própria. Mas também foram registrados ataques de ursos a humanos. Em 2011, um excursionista foi morto por um urso-cinzento, o primeiro caso em 25 anos. O campista percorria uma trilha com sua esposa quando se depararam com uma ursa e suas crias – uma situação particularmente perigosa.

Yellowstone é uma vasta paragem natural com 9.000 quilômetros quadrados no norte dos EUA. A possibilidade, relativamente alta, de se deparar com ursos-negros, bisões, alces e coiotes faz do parque uma grande atração turística. Em 2009, o Yellowstone bateu seu recorde histórico, com 2,3 milhões de visitantes.

MAIS INFORMAÇÕES