Eleições EUA

Kasich suspende sua campanha e converte Trump no candidato republicano

Governador de Ohio, que ganharia de Clinton segundo as pesquisas, renuncia um dia depois de Cruz

Kasich, em um ato em abril

MAIS INFORMAÇÕES

O governador de Ohio, John Kasich, anunciará nesta quarta-feira a suspensão de sua campanha eleitoral, o que deixa Donald Trump como o virtual candidato republicano às eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos. A renúncia de Kasich, que poucos delegados somava, ocorre um dia depois da de outro candidato republicano, o senador Ted Cruz, após perder de Trump nas primárias do Estado de Indiana.

Kasich anunciará na tarde desta quarta-feira o fim de sua campanha, segundo fontes de sua equipe citadas pelos principais meios de comunicação norte-americanos. Depois da renúncia de Cruz, na noite de terça-feira, a equipe do governador disse que mantinha em pé sua candidatura.

Segundo a média das pesquisas, Kasich venceria a democrata Hillary Clinton nas eleições por uma vantagem de sete pontos, enquanto Trump perderia por seis pontos. Isso alimentava as esperanças do governador. Apesar de só ter ganhado as primárias de um Estado, Kasich aspirava a ser o candidato do establishment moderado no caso de Trump chegar sem a maioria de delegados na convecção de julho, que designará o candidato republicano que enfrentará possivelmente Clinton em novembro.

Kasich somava 153 delegados e Cruz tinha 546. Trump acumula 1.007 delegados (sem contar seis a serem designados em Indiana) e precisa de 1.237 para conseguir matematicamente a nomeação. Já sem rivais, ele os obterá nas nove primárias que restam até o início de junho.

Arquivado Em: