Smithers sai do armário em ‘Os Simpsons’ e se assume gay

Um dos produtores da série revela detalhes da homessexualidade de Waylon Smithers nos próximos capítulos

Os Simpsons acabam de estrear sua 27ª temporada nos Estados Unidos, uma etapa da qual os produtores já revelaram alguns detalhes, como a separação de Homer e Marge e a participação de Sofia Vergara para dar vida à nova professora de Bart. Em uma entrevista à TVLine, Al Jean, produtor executivo da série de animação, antecipou alguns detalhes dos próximos capítulos.

Mais informações

Uma das tramas que se desenrolará nesses episódios terá o fiel Smithers, assistente pessoal do senhor Burns, como protagonista. “Em Springfield a maioria das pessoas sabe que ele é gay, mas obviamente, Burns não sabe disso”, conta Al Jean. A admiração e até mesmo o amor por seu chefe já foram mostrados em vários capítulos da série, bem como a identidade sexual de Smithers, mas nesta ocasião o ajudante do senhor Burns sairá definitivamente do armário em dois capítulos da temporada. “De fato, faremos muitas coisas com Smithers este ano. Ele se cansará de não ser valorizado por Burns e avaliará suas opções”, explica Al Jean.

Na realidade, Smithers não será o primeiro personagem de Os Simpsons a tornar pública sua homossexualidade. Patty, irmã de Marge, já confirmou há alguns anos que é lésbica.

O produtor executivo da série também antecipou detalhes do final da temporada, um capítulo intitulado Orange is the New Yellow, no qual Marge chegará a ir para a prisão. “Marge deixa Bart ir sozinho ao parque porque ele está irritante demais, por isso acaba sendo presa”. Trata-se de um episódio inspirado em um artigo que o produtor leu, no qual se contava a história de uma mãe que tinha sido presa por deixar o filho brincando sozinho no parque enquanto ela trabalhava.

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: