Manifestações pelo Brasil

Movimentos vão às ruas contra o impeachment e o ajuste fiscal

Atos ocorreram em diversas cidades e reuniram 100.000 pessoas, segundo organizadores

Manifestantes em São Paulo, nesta quinta.
Manifestantes em São Paulo, nesta quinta.Nacho Doce / reuters

Movimentos sociais de esquerda saíram às ruas hoje em manifestações contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e o ajuste fiscal do Governo. Os protestos ocorreram em 25 Estados além do Distrito Federal foram convocadas por organizações como a CUT (Central Única dos Trabalhadores), UNE (União Nacional dos Estudantes) e MTST. Organizadores afirmaram que estão a favor da democracia no Brasil.

Os atos também defenderam a saída do presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Confira como foi a nossa cobertura ao vivo das manifestações:

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete