Até o pornô agora é hipster

Os atores mais premiados têm barbas, óculos modernos e cabelos retrô. Coincidência?

Comida, selfies e bichinhos. A conta de Instagram de Chanel Preston poderia ser a de qualquer 'moderno'
Comida, selfies e bichinhos. A conta de Instagram de Chanel Preston poderia ser a de qualquer 'moderno'Instagram

Na última edição dos AWN Awards, o Oscar do pornô, o prêmio de melhor atriz em uma cena lésbica foi para Sinn Sage. Essa intérprete norte-americana está se tornando uma imprescindível do gênero não só por fazer chegar ao orgasmo todas as suas companheiras de cama; seu físico joga a seu favor. Tem pouco peito, celulite, posturas de boxeadora e cara de nerd. Sage é uma dos rostos do novo cinema adulto, uma indústria cansada das loiras siliconadas e ansiosa por encontrar garotas que provavelmente no colégio não beijaram ninguém na boca no banheiro. Sem silicone, anabolizantes e depilação completa? Pornô próximo de nós, humildes e imperfeitos mortais? Pornô realista?

Mais informações

Muitos atores se viram forçados a mudar o físico e até o corte de cabelo para continuar trabalhando. Isso aconteceu recentemente com Bobbi Starr, uma das grandes. Essa jovem norte-americana deu um impulso na carreira em 2012, quando decidiu cortar o cabelo no estilo bob e deixar franja, casualidade ou não, no momento em que acontecia um furor midiático em torno do novo corte de cabelo da modelo Karlie Kloss. Talvez penteado e profissão não sejam elementos associados, ou sim, mas o certo é que naquele ano choveram os grandes prêmios de sua carreira, entre eles o XRC (X-Rated Critics Organization) ao melhor orgasmo. Bobbi e sua cabeleira midi subiram ao Olimpo do pornô quando o legendário fotógrafo Richard Avery –que há décadas retrata as atrizes do cinema adulto a partir de uma perspectiva indie e artística–, a incluiu em sua galeria de atrizes-fetiche.

Sinn Sage, a nerd do pornô
Sinn Sage, a nerd do pornôInstagram

Em sua lista também está Audrey Bitoni, outra que sofreu uma mudança física recente. Agora é conhecida por fazer felações com o cabelo recolhido num coque, embora seu ponto forte sejam as pesadas maquiagens que conseguem distrair o olhar dos seus 120 centímetros de peito. Avery criou junto a elas e outras atrizes, como Aiden Ashley ou Samantha Betley, uma linha visual artística que vai do pop ao noir, a nova estética para a qual apontam as estrelas do pornô.

Estilos capilares à parte, há um elemento que hoje não lhes pode faltar. De cinco anos para cá, o cachê de cada ator é diretamente proporcional ao número de tatuagens que adornam seu corpo. Chanel Preston é uma das 40 melhores atrizes do momento segundo a AWN, mas seus filmes começaram a ser ainda mais cotados desde que ela tatuou flores em cima dos seios e do púbis. Preston cumpre com todos os requisitos: é uma garota normal, seu perfil no Instagram chega a ser enfadonho e possui desenhos estratégicos que alimentam a excitação.

Quem diria, vendo este look, que Skin Diamond é uma estrela do negócio?
Quem diria, vendo este look, que Skin Diamond é uma estrela do negócio?Instagram

Christy Mack e Skin Diamond são, por seu lado, duas atrizes às quais não só a tatuagem abriu portas, como também a cabeleira raspada. Quanto aos rapazes, Logan McCree, um ator completamente tatuado (inclusive o pênis) está revolucionando o cinema gay para adultos. Tommy Pistol, conhecido por suas interpretações cômicas de clássicos atuais do cinema (“Not the Jersey Boys XXX”) teve que deixar barba ao modo hipster para adequar-se ao gosto do público. E Clover, o novo pupilo musculoso do pornô, com 27 anos, tatuagens e 24 centímetros, penteia-se como um marine, com a risca do cabelo marcada com uma navalha seguindo as estranhas modas capilares do momento.

Para sorte de alguns, há uma escapatória nesta gentrificação do pornô. Tatuagens, cabeleiras e barbas à parte, os estilos atemporais como os do mítico Ron Jeremy –semicalvo, obeso e com pelo até nas costas– continuam fazendo sucesso.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: