Estado Islâmico

Três homens são detidos em Nova York acusados de tentar se unir ao EI

FBI e polícia nova-iorquina os prenderam quando se preparavam para viagem à Turquia

Policiais em frente a tribunal do Brooklyn para onde dois dos três detidos foram levados.
Policiais em frente a tribunal do Brooklyn para onde dois dos três detidos foram levados. JEWEL SAMAD (AFP)

O FBI e a polícia de Nova York prenderam nesta quarta-feira três moradores do bairro nova-iorquino do Brooklyn quando se preparavam para viajar para a Turquia, de onde pretendiam atravessar para a Síria com a intenção de fazer contato com o Estado Islâmico. Um deles, Abdurasul Hasanovich Juraboev, de 24 anos, foi detido antes de embarcar em um voo que sairia do aeroporto John F. Kennedy com destino a Istambul.

Mais informações

Akhror Saidakhmetov, de 19 anos, e Abror Habibov, de 30 anos, foram presos em suas residências, de acordo com informações divulgadas pelas autoridades. Os três estavam sendo vigiados desde agosto, quando Juraboev postou uma mensagem em um dois portais usados por organizações terroristas para arregimentar adeptos para sua causa. Depois disso, ele planejou com Saidakhmetov a maneira de chegar à Síria e fazer os contatos.

Após a operação, Loretta Lynch, promotora no Brooklyn, comentou que esse tipo de pessoa representa uma ameaça em constante expansão para os EUA e países aliados. Além disso, eles são acusados de ter dado apoio material ao Estado Islâmico. As autoridades não dão mais detalhes, a não ser a informação de que os três são cidadãos do Uzbequistão e tinham a intenção de realizar ataques nos EUA se não conseguissem ser recrutados pelos terroristas.

O mais jovem deles ameaçou na internet matar os agentes do FBI e da polícia que tentavam frustrar seu plano de se unir ao Estado Islâmico, enquanto Juraboev pediu ajuda para se armar e atacar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Os três se arriscam a pegar uma pena de 15 anos de prisão cada um. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, assegurou que não há, no momento, uma ameaça específica na cidade.