Seleccione Edição

A ‘bossa nova’ do futebol

Sobre as areias do Rio, nas praias de Ipanema e Copacabana, a cidade brasileira de quase 7 milhões de habitantes aproveita o verão no embalo do futebol

  • O bairro de Ipanema, fundado em 1894, é um dos mais conhecidos do Rio de Janeiro, e não só por suas belas paisagens e o seu entardecer. Nesta região da zona sul estão algumas das localidades mais caras. Em uma de suas ruas, a avenida Vieira Souto, o preço do metro quadrado chega a superar os 30.000 reais. Na imagem, uma foto tirada em janeiro último.
    1O bairro de Ipanema, fundado em 1894, é um dos mais conhecidos do Rio de Janeiro, e não só por suas belas paisagens e o seu entardecer. Nesta região da zona sul estão algumas das localidades mais caras. Em uma de suas ruas, a avenida Vieira Souto, o preço do metro quadrado chega a superar os 30.000 reais. Na imagem, uma foto tirada em janeiro último. AFP
  • A praia de Ipanema é uma das mais disputadas, especialmente no verão. Esta imagem foi tirada em 30 de janeiro último.
    2A praia de Ipanema é uma das mais disputadas, especialmente no verão. Esta imagem foi tirada em 30 de janeiro último. AFP
  • Um casal faz embaixadas em Ipanema em 30 de janeiro.
    3Um casal faz embaixadas em Ipanema em 30 de janeiro. AFP
  • Dezenas de pessoas jogam futebol na praia de Ipanema.
    4Dezenas de pessoas jogam futebol na praia de Ipanema. AFP
  • A escritora Nélida Piñon disse, em uma entrevista ao El País Semanal em janeiro passado, que "ser brasileiro é dilacerar as cordas vocais na hora do gol, como modo de levarmos a ilusão para casa e com ela enfrentar a semana entrante a despeito do transporte, das dívidas que se acumulam, da educação precária dos filhos...". Na imagem, a praia de Ipanema em 29 de janeiro.
    5A escritora Nélida Piñon disse, em uma entrevista ao El País Semanal em janeiro passado, que "ser brasileiro é dilacerar as cordas vocais na hora do gol, como modo de levarmos a ilusão para casa e com ela enfrentar a semana entrante a despeito do transporte, das dívidas que se acumulam, da educação precária dos filhos...". Na imagem, a praia de Ipanema em 29 de janeiro. AFP
  • A escritora e membro da Academia Brasileira de Letras acrescentou: "Ser brasileiro é aceitar o mistério, convencido de que, sendo Deus brasileiro, cabe-lhe solucionar os nossos conflitos". "É saber que o Brasil é nossa morada e alojamento dos nossos mortos, e que nada nos faltará. Nem teto, nem a sopa fumegante. A vida supre-nos com sol, sal, alegria e a esperança dos dias vindouros." Um homem joga bola na praia de Ipanema em 29 de janeiro.
    6A escritora e membro da Academia Brasileira de Letras acrescentou: "Ser brasileiro é aceitar o mistério, convencido de que, sendo Deus brasileiro, cabe-lhe solucionar os nossos conflitos". "É saber que o Brasil é nossa morada e alojamento dos nossos mortos, e que nada nos faltará. Nem teto, nem a sopa fumegante. A vida supre-nos com sol, sal, alegria e a esperança dos dias vindouros." Um homem joga bola na praia de Ipanema em 29 de janeiro. AFP
  • Dois jovens jogam futebol em Ipanema em janeiro.
    7Dois jovens jogam futebol em Ipanema em janeiro. AFP
  • Uma mulher joga bola na praia de Ipanema em 29 de janeiro último.
    8Uma mulher joga bola na praia de Ipanema em 29 de janeiro último. AFP
  • Na foto, um casal faz embaixadas em Ipanema em 30 de janeiro passado.
    9Na foto, um casal faz embaixadas em Ipanema em 30 de janeiro passado. AFP
  • Um jovem com bolas de vôlei de praia em 15 de janeiro.
    10Um jovem com bolas de vôlei de praia em 15 de janeiro. AFP
  • Uma mulher faz embaixada na praia de Ipanema no último dia 30.
    11Uma mulher faz embaixada na praia de Ipanema no último dia 30. AFP
  • Na imagem, um dos pés de Delneri Martins Viana, um militar reformado de 69 anos e torcedor do Botafogo.
    12Na imagem, um dos pés de Delneri Martins Viana, um militar reformado de 69 anos e torcedor do Botafogo. AFP
  • Delneri Martins Viana observa um jogo de futebol no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.
    13Delneri Martins Viana observa um jogo de futebol no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. AFP
  • Um grupo de adolescentes joga futebol em Ipanema neste mês.
    14Um grupo de adolescentes joga futebol em Ipanema neste mês. AFP
  • Crianças jogam futebol em quadra no Rio de Janeiro.
    15Crianças jogam futebol em quadra no Rio de Janeiro. Getty Images
  • Calçadão em Ipanema, em janeiro.
    16Calçadão em Ipanema, em janeiro. Getty Images
  • A Copa do Mundo no Brasil, com 32 seleções, começa em 12 de junho e termina em 13 de julho, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Na foto, um homem marca a linha do gol em um campo de terra em 25 de janeiro último.
    17A Copa do Mundo no Brasil, com 32 seleções, começa em 12 de junho e termina em 13 de julho, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Na foto, um homem marca a linha do gol em um campo de terra em 25 de janeiro último. REUTERS