Vista aérea da Transamazônica.

“Parceria Público-Privada” para o crime ambiental

Se os rumos pareciam tortos nos últimos anos, a ascensão de Jair Bolsonaro à presidência parece significar a mais drástica ruptura na política ambiental brasileira