A diretora Greta Gerwig, em um evento em Londres.

Greta Gerwig, única mulher na disputa pelo Oscar 2018 de direção (e a quinta na história)

Nomeação tem peso simbólico forte: ocorreu após protesto de Natalie Portman no Globo de Ouro pela ausência de mulheres na categoria e no ano do escândalo de Weinstein

Cinco mensagens revolucionárias do novo ‘Star Wars’ que você não esperava encontrar

Animalismo, pacifismo e religião surgem no oitavo episódio dos 'Os Últimos Jedi'

Por que largamos as baladas depois dos 30?

Um jantar, uns drinques, mas com muita moderação... Quem já não percebeu que, depois dessa idade fatídica, sua vida noturna acabou? Será que isso é definitivo, e que é hora de abrir mão das festas?