Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

E agora?

É necessário e urgente uma reforma política que acabe com essa anormalidade de dezenas de partidos, que na maioria das vezes servem apenas para se venderem à melhor oferta