Luta olímpica

Um grande círculo amarelo abriga os combates corpo a corpo. Os homens participam de duas modalidades (livre e greco-romana). Para as mulheres, há apenas a luta livre.

Ficha

  • Olímpico desde

    Luta greco-romana

    desde Atenas 1896

    Luta livre

    Londres 1908 para os homens e Atenas 2004 para as mulheres
  • Medalhas:

    Luta greco-romana

    21

    Luta livre

    21 para os homens e 12 para as mulheres
  • Provas:

    Conjunto e competição completos
  • Campeões em Londres 2012:

    Luta greco-romana

    • Até 55 quilos Hamid Sourian (Irã)
    • 55-60 quilos Omid Norouzi (Irã)
    • 60-66 quilos Kim Hyeon-Woo (Coreia do Sul)
    • 66-74 quilos Roman Vlasoy (Rússia)
    • 74-84 quilos Alan Khugayev (Rússia)
    • 84-96 quilos Ghasem Rezaei (Irã)
    • 96-120 quilos Mijaín López (Cuba)

    Luta livre homens

    • Até 55 quilos Dzhamal Otarsultanov (Rússia)
    • 55-60 quilos Toghrul Asgarov (Azerbaijão)
    • 60-66 quilos Tatsuhiro Yonemitsu (Japão)
    • 66-74 quilos Jordan Burroughs (EUA)
    • 74-84 quilos Sharif Sharifov (Azerbaijão)
    • 84-96 quilos Jacob Varner (EUA)
    • 96-120 quilos Artur Taymazov (Uzbequistão)

    Luta livre mulheres

    • Até 48 quilos Hitomi Obara (Japão)
    • 48-55 quilos Saori Yoshida (Japão)
    • 55-63 quilos Kaori Icho (Japão)
    • 63-72 quilos Natalia Vorobieva (Rússia)
  • Brasileiros no Río 2016

    Joice Silva (58kg), Lais Nunes (63kg), Gilda Oliveira (69kg), Aline Silva (75kg), Eduard Soghomonyan (130kg)
sede

Arena Carioca

A Arena Carioca 1 é a “panela de pressão” do basquete. Construída para os Jogos, a instalação poliesportiva tem mais de 38 mil m². Depois do evento, funcionará como Centro Olímpico de Treinamento, com estrutura para 12 modalidades.