Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

‘Velozes e Furiosos 8’, recorde de bilheteria em estreia mundial graças à China

Oitava edição da série obtém a maior arrecadação de um filme em três dias (532,5 milhões de dólares)

Dwayne Johnson em "The Fate of the Furious."
Dwayne Johnson em "The Fate of the Furious." AP

Nos dias de hoje é mais importante um grande lançamento na China do que arrasar nas bilheterias dos EUA. E neste fim de semana a estreia de Velozes e Furiosos 8 confirmou a tendência. A oitava edição da série baseada em carros ultrarrápidos e família (elemento de ligação entre os personagens que tem crescido a cada novo capítulo) atingiu um novo recorde de bilheteria de uma estreia mundial em três dias (sem feriados que acrescentassem dias à arrecadação). O filme atingiu — são dados provisórios — 532,5 milhões de dólares (cerca de 1,65 bilhão de reais), graças aos 190 milhões de dólares que conseguiu apenas na China, que se tornou o primeiro o mercado mundial em termos de lucro. Os filmes de Hollywood são responsáveis por 25% da bilheteria da China.

O filme de aventura estreou em 64 territórios (no mundo do cinema não se mede por países, mas por territórios) no último fim de semana e com esses 532,5 milhões de dólares bateu o recorde anterior de Star Wars: O Despertar da Força, com 529 milhões de dólares, que por sua vez tinha derrotado Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, com 525 milhões. Curiosamente, Velozes e Furiosos 8 ganhou um terço menos do que o sétimo filme da série no território dos EUA + Canadá, onde — apesar de ter começado à frente nas bilheterias — ganhou 100,2 milhões de dólares, longe dos 170 milhões de dólares da edição precedente, a último em que aparece o ator Paul Walker.

O orçamento do filme ultrapassou os 250 milhões de dólares e ao elenco se juntou desta vez Charlize Theron. O peso da ação continua sobre os ombros de Vin Diesel, que é acompanhado por companheiros de capítulos anteriores, como Tyrese Gibson, Michelle Rodriguez, Ludacris e Elsa Pataky. F. Gary Gray dirige pela primeira vez um dos filmes da série.

Nos EUA + Canadá faturou 100,2 milhões de dólares, longe dos 170 milhões da sétima parte

Na Espanha, no fim de semana passado, arrecadou 4,1 milhões de dólares (também são resultados provisórios, divulgados pela auditoria ComScore), com uma excelente média de 5.322 dólares por sala, e atingiu 6,06 milhões de dólares desde a estreia, quarta-feira passada. O filme já foi visto por mais de 840.000 espectadores. Outros territórios em que a série da Universal estreou com força são México (17,8 milhões de dólares), Reino Unido + Irlanda (17 milhões de dólares), Rússia (14,1 milhões dólares), Alemanha (13,6 milhões de dólares) e Brasil (12 milhões).

Por enquanto, a série Velozes e Furiosos 8 faturou mais de 4,4 bilhões de dólares, o que significa que é a franquia de maior sucesso da Universal e a oitava série de maior bilheteria da história do cinema.