Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Coreia do Norte desafia Trump e lança um novo míssil

O Governo sul-coreano assegura que a nova tentativa de Pyongyang voltou a fracassar

Imagem da marcha pelo aniversari de Kim Ill Sung.
Imagem da marcha pelo aniversari de Kim Ill Sung. REUTERS

O regime norte-coreano de Kim Jong-un desafiou novamente os Estados Unidos. A ditadura comunista tentou lançar sem sucesso um novo míssil neste sábado, já domingo na Ásia, segundo fontes militares do país vizinho, a Coreia do Sul. Esse novo esforço chega um dia após as tropas norte-coreanas desfilarem nas ruas de Pyongyang para celebrar o nascimento de Kim Ill Sung emostrando um suposto novo míssil. 

"A Coreia do Norte tentou lançar um míssil não identificado esta manhã próximo à região de Sinpo (leste), mas se entende que fracassou", informou um comunicado do estado maior da região sul do Exército da Coreia do Sul. Os militares prometem mais detalhes sobre o lançamento nas próximas horas.

A região de Sinpo já foi utilizada como palco do desafio ao Ocidente. No início de abril, outro míssil era testado nessa mesma zona justo quando se preparava uma reunião dos líderes da China, Xi  Jinping, e  Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, para discutir o hostil programa armamentíscio da Coreia do Norte

As tensões entre Coreia do Norte e o Governo de Trump aumentaram notavelmente nos últimos dias. A Casa Branca fez uma clara advertência ao regime de Kim Jong-un após bombardear ao Governo sírio de Bashar al Assad em 7 de abril. Um par de dias depois, o Pentágono mobilizou porta-aviões Carl Vinson e o enviou às águas da península da Coreia. O navio de guerra com capacidade e propulsão nuclear é um dos maiores da frota norte-americana e transporta 6.000 militares e 90 aviões e helicópteros.   

MAIS INFORMAÇÕES