Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Bob Dylan receberá o Nobel em Estocolmo neste fim de semana

Academia Sueca exige que o premiado faça uma conferência para poder receber o dinheiro

O cantautor Bob Dylan durante um concerto em Basilea, em 1984.

Bob Dylan receberá o Prêmio Nobel de Literatura neste fim de semana em Estocolmo num encontro que terá com a Academia Sueca, informou na quarta-feira a secretária permanente da instituição, Sara Danius. “A boa notícia é que a Academia e Dylan decidiram se reunir neste fim de semana. A Academia dará então a Dylan o diploma e a medalha do Nobel. E o cumprimentará pelo prêmio”, escreveu Danius em seu blog. A secretária afirmou que o cantor e compositor não fará a conferência obrigatória ao receber o prêmio, embora a Academia tenha “razões para acreditar” que será enviada uma versão gravada mais tarde, algo que deverá ser feito antes de 10 de junho para poder receber os 839.000 euros (cerca de 2,814 milhões de reais) do prêmio.

“A reunião será pequena e íntima e não haverá veículos de comunicação presentes, apenas Dylan e os membros da Academia, de acordo com os desejos do cantor e compositor”, continua o comunicado de Danius. “Por favor, tenham em conta que não haverá conferência do Nobel [como é conhecido o tradicional discurso de recebimento]. A Academia tem razões para acreditar que será enviada uma versão gravada posteriormente”, ressaltou.

Segundo as regras do Nobel, o premiado deve dar uma conferência durante os seis meses que se seguem à cerimônia de entrega do prêmio para ser merecedor deste. A concessão do prêmio foi anunciada no início de outubro, depois do que Dylan manteve um silêncio absoluto por mais de uma semana, para então comunicar à Fundação Nobel que aceitava, embora tenha afirmado ter compromissos que o impediriam de ir buscá-lo. Ele não compareceu à cerimônia, mas enviou um discurso lido por sua compatriota Patti Smith, que também cantou uma de suas músicas.

O cantor e compositor, de 75 anos, fará dois concertos em Estocolmo, nos dias 1º e 2 de abril. A secretária permanente da Academia Sueca não informou se o encontro com Dylan acontecerá antes ou depois dos concertos.

MAIS INFORMAÇÕES