Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Cinco ‘apps’ que tornaram bilionários os seus criadores

Lista da Forbes com as pessoas mais ricas do planeta inclui nove empreendedores cujas empresas nasceram de um aplicativo

Aos 26 anos, Evan Spiegel, fundador do Snapchat, é um dos bilionários mais jovens do mundo.
Aos 26 anos, Evan Spiegel, fundador do Snapchat, é um dos bilionários mais jovens do mundo. AP

Pelo quarto ano consecutivo, Bill Gates é a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de 86 bilhões de dólares, segundo a última edição da lista de bilionários da revista Forbes. O filantropo e fundador da Microsoft apareceu na liderança 18 vezes nos últimos 23 anos, o que pode ter servido de inspiração para muitos jovens que em algum momento se propuseram a ter sucesso a partir de uma ideia ligada ao campo da tecnologia. Dos 2.043 integrantes da lista mais recente da Forbes, que registra patrimônios superiores a 1 bilhão de dólares, cerca de 9% são ligados a empreendimentos na área tecnológica, dentre os quais se encontram nove dirigentes de empresas nascidas a partir de algum aplicativo, embora seja preciso descer até o 140º lugar do ranking para encontrar o primeiro deles: Jan Koum, CEO e fundador do WhatsApp.

Conheça a seguir os cinco apps que transformaram em bilionários nove empreendedores que conseguiram levar adiante uma ideia que seduziu usuários do mundo inteiro.

1. WhatsApp: Jan Koum e Brian Acton

Os dois fundadores desse aplicativo, comprado pelo Facebook em fevereiro de 2014 por 19 bilhões de dólares, estão na lista da Forbes. Jan Koum aparece em 140º lugar, com uma fortuna de 9 bilhões de dólares. Brian Acton ocupa a 269ª posição, com 5,6 bilhões de dólares. Antes de criar o WhatsApp, os dois trabalharam no Yahoo!

2. Uber: Garret Camp, Travis Kalanick e Ryan Graves

Garret Camp e Travis Kalanick, fundadores do Uber, dividem a 226ª posição da lista graças a um patrimônio de 6,3 bilhões de dólares. Mas o aplicativo de transporte viário particular, que passa por um momento delicado, também tornou bilionário Ryan Graves, que atualmente comanda a unidade de negócio UberEverything, embora tenha sido antes, também, CEO e vice-presidente de Operações Globais da empresa. Graves aparece em 1.290º lugar na lista da Forbes.

3. Snapchat: Bobby Murphy e Evan Spiegel

O Snapchat também transformou dois de seus fundadores em bilionários, que dividem o lugar 441 dentre as pessoas mais ricas do planeta, com um patrimônio de 4 bilhões de dólares: Bobby Murphy e Evan Spiegel. Este último, de 26 anos, deixou de ser o bilionário mais jovem do mundo, posto que na última edição da Forbes cabe a John Collison, que também tem 26 anos, mas é dois meses mais novo que Spiegel. Collison é fundador da plataforma de pagamentos Stripe, que é usada por vários aplicativos. Quem não aparece na lista é Reggie Brown, o terceiro criador do Snapchat, que depois não participou da companhia, tendo sido indenizado em cerca de 158 milhões de dólares depois de processar seus ex-colegas.

4. Meitu: Cai Wensheng

O fundador do Meitu, o app de retoque fotográfico de origem chinesa, ocupa o posto 1.161 da lista. Segundo a Forbes, Cai Wensheng conta com um patrimônio de 1,8 bilhão de dólares.

5. Instagram: Kevin Systrom

Kevin Systrom, fundador e atual CEO do Instagram, é mais um dos empreendedores que virou bilionário graças a uma empresa surgida como aplicativo. Esse jovem de 33 anos ocupa o lugar de número 1.678 entre os mais ricos do mundo, com um patrimônio de 1,2 bilhão de dólares. Sua ideia, criada junto com Mike Krieger, foi comprada pelo Facebook em abril de 2012 por 1 bilhão de dólares. Naquele momento, Systrom detinha 40% do Instagram.

MAIS INFORMAÇÕES