Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Assim será a primeira ponte impressa do mundo

Robôs-impressora criam de uma tacada só uma passarela de aço sobre um dos canais de Amsterdã

O projeto prevê imprimir toda a ponte em aço.

A ideia era imprimir “algo maior do que o habitual” e passou pela cabeça fazer uma ponte inteira. E, mais do que isso, em aço. Tim Geurtjens, cofundador do estúdio holandês MX3D, conta assim como criaram o projeto de uma nova passarela metálica que permitirá a passagem sobre um dos canais do norte de Amsterdã. Trata-se da primeira ponte metálica impressa em 3D do mundo.

Dois robôs-impressora começarão a imprimir o metal ao mesmo tempo a partir dos dois extremos, como se um fosse o reflexo espelhado do outro. “O problema mais difícil que temos agora é o posicionamento do robô; temos de saber a cada momento sua posição exata”. Ao dizer exata, quer dizer precisamente exata: “corremos o risco de que, quando chegarem à chave (o ponto central) os extremos não coincidam”. Desenvolveram um sistema de posicionamento especial que se baseia na triangulação. Seus robôs terão um funcionamento excepcionalmente preciso.

Dois robôs-impressora começarão a imprimir o metal ao mesmo tempo a partir de cada um dos extremos, como se um fosse o reflexo espelhado do outro

Para imprimir a ponte, o engenheiro confessa que tiveram que “inventar tudo do zero”. “Desenvolvemos nossa própria programação para deslizar os robôs, calcular em cada passo a posição para imprimir (o aço) e controlar o robô.” É o que dá ser pioneiro. “Tudo que fazemos é completamente novo e a cada passo aprendemos coisas interessantes sobre o processo de impressão em si”, confessa Geurtjens, sem esconder seu entusiasmo.

A ponte medirá nove metros de ponta a ponta e terá uma largura de 2,5 metros. Seu peso e resistência ainda estão por calcular. Além da façanha da impressão, querem dotá-lo de um desenho singular e contrataram um jovem designer, Joris Laarman, conhecido em seu país pela criação de formas orgânicas, porosas e complexas. O projeto preliminar leva claramente essa marca do autor.

Um dos robôs-impressora capaz de imprimir em aço. ampliar foto
Um dos robôs-impressora capaz de imprimir em aço.

Ainda que tecnicamente seja possível, a ponte não será impressa diretamente sobre o canal Oudezijds Achterburgwal, no centro da cidade. “O local tem muito trânsito e a prefeitura não concedeu as autorizações”, afirma Geurtjens. Por isso, será impresso sobre uma réplica exata do canal a ser montada no laboratório da empresa. A maquete estará pronta ainda no primeiro semestre de 2016. “A ideia é criar toda a ponte de uma só vez, sem dar descanso aos robôs”, afirma. No início de 2017 começará a impressão. Com cautela, a empresa prefere dar a margem de final de ano para colocá-lo em seu lugar definitivo.

A equipe da MX3D quer se tornar especialista na impressão de pontes metálicas e já preveem, para além dos bucólicos canais da capital dos Países Baixos, levar seu modelo a outros lugares. “Imagine sua aplicação na arte e na arquitetura”, prevê Geurtjens, para não falar da construção de estruturas “em alto-mar ou até no espaço”, que não quer deixar no papel.

MAIS INFORMAÇÕES