Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Fidel Castro reaparece no ‘Granma’ após seis meses longe de atos públicos

Jornal oficial cubano publica fotos do encontro do ex-presidente com um estudante

Fidel Castro, em fotografia publicada no Granma.
Fidel Castro, em fotografia publicada no Granma. EFE

Magro, com a barba comprida e vestindo abrigo. O jornal Granma, órgão oficial do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, publicou nesta segunda-feira as primeiras fotos de Fidel Castro em 2015. Texto com o título Fidel é fora de série é acompanhado por 21 fotos. São as primeiras imagens do ex-presidente publicadas pelo Governo em quase seis meses, ausência que provocava boatos sobre sua saúde.

Randy Perdomo, o autor da reportagem, é estudante de Filosofia e presidente da Federação de Estudantes da Universidade de Havana. O texto, escrito em primeira pessoa, descreve a ligação que, segundo o Granma, Fidel, de 88 anos, fez em 22 de janeiro ao escritório dos estudantes para responder a um pedido de entrevista que lhe tinham feito. "Já se vão 70 anos desde minha entrada na universidade, em 4 de setembro", disse Fidel pelo telefone.

Perdomo havia oferecido ao ex-presidente, por carta, celebrar "com uma jornada de amor e compromisso" o aniversário de seu ingresso na universidade. Ficaram ao telefone por "cerca de 50 minutos". Falaram de senderismo, beisebol, José Martí e de cidadãos chineses que estudam espanhol. Ao final da conversa fica a ideia de se reunirem no dia seguinte, a sexta-feira 23 de janeiro.

Dalia Soto, a esposa de Fidel, recepciona em casa o estudante. "Atrás, o Comandante espera", escreve Perdomo. O relato feito descreve conversa de pouca densidade, sobre dezenas de assuntos, entre os quais astronomia, animais da Namíbia, sua alimentação, a Nicarágua de Daniel Ortega.

Não se diz uma palavra sobre a distensão das relações entre Estados Unidos e Cuba. Mas se fala sobre os cinco cubanos da rede avispa presos nos Estados Unidos por espionagem, vistos como heróis na ilha. "Folheamos com interesse um exemplar do jornal Resumen Latinoamericano dedicado aos Cinco. Emocionado, observa os rostos de René, Fernando, Tony, Gerardo e Ramón, e se detém nas características mais significativas de cada um dos Herois", relata Perdomo.

Fidel também falou sobre a visita feita pelo navio de cruzeiro M.V. Explorer a Havana em dezembro, com mais de 600 estudantes norte-americanos a bordo. "Não me deixa sair sem que ponha na televisão um disco que ganhou de presente, com as imagens da recepção dos estudantes da Universidade aos do cruzeiro Semestre no Mar... se interessa sobre como fomos com nossos colegas norte-americanos... Ao visualizar as imagens, não sei por quê, vejo um Fidel diferente, muito mais próximo do que pensava. A imagem de alguns estudantes norte-americanos sem pulôveres, com Cuba escrito no peito, trazem-no a seu momento mais alegre e entusiasmado", escreve Perdomo.

MAIS INFORMAÇÕES